Do limbo ao neon

Autores

  • Wellington Amancio da Silva Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2019.174076

Palavras-chave:

Criação, Monólogo, Amor homossexual, Metalinguagem

Resumo

Do limbo ao neon, por Wellington Amancio Silva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Amancio da Silva, Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

José Amâncio, (pseudônimo de Wellington Amancio da Silva) nasceu em 1979, em Delmiro Gouveia, Alagoas (Nordeste da Caatinga!). Em 1997 inicia projeto literário: escreve alguns versos, contos e outros textos; conclui alguns livros, mas não consegue publicá-los e se detém, por quase duas décadas, em revisões. Está sempre preocupado com a escrita na qualidade de oficio que perfaz a si mesmo. Em 2014 são publicados alguns dos seus poemas em revistas literárias especializadas: Revell — Revista de Estudos Literários da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul; Germina — Revista de Literatura e Arte, e Revista Literária Sítio (Portugal). Entre 2016 e 2018, a revista italiana Utsanga publica uma série de poesias visuais, de desenhos em técnica mista e de escriturações diversas. Em 2018, novamente a Revell publica um dos seus textos, o conto “Seu Vero, o professor”. Do autor, foram publicados os livros, “Ontologia e Linguagem” (filosofia da linguagem); “Pensar a Indigência com Michel Foucault” (filosofia); “Eflúvio Maior (filosofia da arte)”; “O Quasi-Haikai” (versos); “Epifania Amarela” (versos); “Ulisses e o Timoneiro” (versos); “Distímicos e Extrusivos” (versos); “Diálogos com Sebastos” (teatro); “O Catingueiro” (romance) O Reneval (versos).
facebook.com/caboclo.zeitgeist

Downloads

Publicado

2019-12-27

Como Citar

Silva, W. A. da. (2019). Do limbo ao neon. Magma, 26(15), 377-380. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2019.174076

Edição

Seção

Criação