Crônica de um verão

cinema como experiência sociológica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v12i3p237-255

Palavras-chave:

Sociologia do presente, Cinema, Edgar Morin

Resumo

Este artigo propõe discutir a atualidade do método desenvolvido pelo pensador francês Edgar Morin (1921-) na década de 1960, denominado por ele de sociologia do presente. Nossa hipótese é que a sociologia do presente é uma via de abordagem multidimensional da realidade, adequada para analisar fenômenos sociais cada vez mais complexos. Tomamos como referências dois cenários específicos trabalhados pelo autor nas obras Commune en France: la métamorphose de Plozévet (1967) e Crônica de um verão (1961). A partir daí concluímos que as noções centrais de crise e acontecimento, destacadas pelo autor, tornam-se cada dia mais operativas e reflexivas, assim como o método de observação fenomenográfica, entrevista e intervenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fagner Torres de França, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Jornalista e doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Maria da Conceição de Almeida, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professora Titular do Departamento de Fundamentos e Políticas da Educação do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte desde maio de 2010. Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1992). Mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1979). Graduada em Sociologia e Politica pela Fundação Jose Augusto (1972). Coordenadora do Grupo de Estudos da Complexidade, primeiro ponto brasileiro da Cátedra itinerante Unesco "Edgar Morin" na UFRN. Colaboradora e consultora da Multiversidad Mundo Real Edgar Morin. Membro da Cátedra itinerante Unesco "Edgar Morin" - Universidad Del Salvador/Instituto Internacional para o Pensamento Complexo. Membro da Associação Internacional para o Pensamento Complexo. 

Referências

ALMEIDA, M. C. Ciências da complexidade e educação: razão apaixonada e politização do pensamento. Natal: EDUFRN, 2012.

ALMEIDA, M. C. Método complexo e desafios da pesquisa. In: ALMEIDA, M. C.; CARVALHO, E. A. Cultura e pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2012. p. 97-111.

ALMEIDA, M. C.; CARVALHO, E. A. Cultura e pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2012.

CASANOVA, P. G. As novas ciências e as humanidades: da academia à política. Tradução de Mouzar Benedito. São Paulo: Boitempo, 2006.

CRÔNICA de um verão. Direção: Edgar Morin e Jean Rouch. Produção: Anatole Dauman. Roteiro: Jean Rouch. Música: Pierre Barbaud. Rio de Janeiro: Coleção Videofilmes, 2008. 1 DVD (85 min). P&B.

FRANÇA, F. T. Desdobramentos da sociologia do presente de Edgar Morin. In: CONGRESSO INTERNACIONAL NUEVOS HORIZONTES DE IBEROAMÉRICA, 3., 2017, Mendoza. Anais… Mendoza (Argentina): CILHA, nov. 2017. v. 1, p. 325-326.

FRANÇA, V. O acontecimento e a mídia. Galáxia, São Paulo, n. 24, p. 10-21, dez. 2012. Disponível em: <https://bit.ly/2D8BZlL>. Acesso em: 10 ago. 2018.

MARCONDES FILHO, C. O rosto e a máquina: o fenômeno da comunicação visto pelos ângulos humanos, medial e tecnológico: nova teoria da comu¬nicação. São Paulo: Paulus, 2013. v. 1.

MORIN, E. Commune en France: la métamorphose de Plozévet. Paris: Fayard, 1967.

MORIN, E. La rumeur d’Orléans. Paris: Le Seuil, 1969.

MORIN, E. O cinema ou o homem imaginário: ensaio de antropologia. Tradução de António Pedro-Vasconcelos. Lisboa: Moraes, 1970.

MORIN, E. O homem e a morte. Lisboa: Publicações Europa-América, 1988.

MORIN, E. As estrelas: mito e sedução no cinema. Tradução de Luciano Trigo. 3. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1989.

MORIN, E. Sociologie. Paris: Fayard, 1994.

MORIN, E. Sociologia. Tradução de Maria Gabriela de Bragança e Maria da Conceição Coelho. Lisboa: Publicações Europa-América, 1998.

MORIN, E. Cultura de massas no século XX: necrose. Tradução de Agenor Soares Santos. Rio de Janeiro: Forense, 2006. v. 2.

MORIN, E. O ano zero da Alemanha. Tradução de Edgard de Assis Carvalho e Mariza Perassi Bosco. Porto Alegre: Sulina, 2009.

MORIN, E. Meu caminho. Tradução de Edgard de Assis Carvalho e Mariza Perassi Bosco. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2010.

MORIN, E. O método 4: as ideias – habitat, vida, costumes, organização. Tradução de Juremir Machado da Silva. 6. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011a.

MORIN, E. O método 6: ética. Tradução de Juremir Machado da Silva. 4. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011b.

MORIN, E. Cultura de massas no século XX: neurose. 10. ed. Tradução de Maura Ribeiro Sardinha. Rio de Janeiro: Forense, 2011c. v. 1.

MORIN, E. O método 3: o conhecimento do conhecimento. Tradução de Juremir Machado da Silva. 6. ed. Porto Alegre: Sulina, 2012a.

MORIN, E. O método 5: a humanidade da humanidade. Tradução de Juremir Machado da Silva. 5. ed. Porto Alegre: Sulina, 2012b.

MORIN, E. O método 1: a natureza da natureza. Tradução de Ilana Heineberg. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, 2013.

MORIN, E. Ciência com consciência. Ed. rev. e modificada pelo autor. 16. ed. Tradução de Maria D. Alexandre e Maria Alice Araripe de Sampaio Doria. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014a.

MORIN, E. Au rythme du Monde: un demi-siècle d’articles dans Le Monde. Paris: Presses du Châtelet, 2014b.

MORIN, E. O método 2: a vida da vida. Tradução de Marina Lobo, Simone Ceré e Tânia do Vale Tschiedel. 5. ed. Porto Alegre: Sulina, 2015a.

MORIN, E. L’aventure de la méthode. Paris: Éditions du Seuil, 2015b.

MORIN, E.; LEFORT, C.; CASTORIADIS, C. Mai 68: la brèche: suivi de vingt ans après. Paris: Fayard, 1968.

PAILLARD, B. A sociologia do presente. In: PENA-VEGA, A; LAPIERRE, N. (Orgs.). Edgar Morin em foco. Supervisão da tradução: Edgard de Assis Carvalho. São Paulo: Cortez, 2008. p. 16-69.

PRIGOGINE, I. Carta para as futuras gerações. In: ALMEIDA, M. C.; CARVALHO, E. A. Ilya Prigogine: ciência, razão e paixão. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Livraria da Física, 2009. p. 11-19.

RIBEIRO, J. S. Crônica do cotidiano juvenil urbano em Chronique d’um Été. Revista Mídia e Cotidiano: revista do Programa de Pós-graduação em Mídia e Cotidiano, Niterói, v. 6., n. 6, p. 105-130, 2015. DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v6i6.9741

SATT, M. H. C. A dramaturgia do imaginário e da fabulação. Iluminuras, Porto Alegre, v. 9, n. 21, p. 1-15, 2008. DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.9299

WALLERSTEIN, I. Para abrir as ciências sociais: relatório da comissão Gulbenkian sobre a reestruturação das Ciências Sociais. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1996.

Publicado

2018-12-26

Como Citar

França, F. T. de, & Almeida, M. da C. de. (2018). Crônica de um verão: cinema como experiência sociológica. MATRIZes, 12(3), 237-255. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v12i3p237-255

Edição

Seção

Em Pauta/Agenda