Quadrinhos em aulas de português para estrangeiros

ensinando língua e cultura

Autores

  • Alexandre do Amaral Ribeiro Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Brízzida Anastácia Souza Lobo de Magalhães Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Histórias em Quadrinhos, Português para Estrangeiros, Atos de Fala.

Resumo

Aborda a questão do uso de histórias em quadrinhos como material didático para o ensino de português do Brasil a estrangeiros. Parte da ideia dos quadrinhos como vitrine de uma cultura-alvo (VERGUEIRO; RAMOS, 2009), para discutir a possibilidade de usá-los como facilitadores do desenvolvimento de competências linguístico-comunicativas e interculturais, requisitadas ao aluno estrangeiro na sociedade atual. Selecionou-se o “pedido de desculpa” como ato de fala (AUSTIN, 1967; GOMES, 2010) para exemplificar e sugerir estratégias de uso de quadrinhos em aulas de português a estrangeiros, como ferramenta pedagógica para ensinar padrões linguístico-interacionais e comunicativos. Os resultados parciais apontam para a melhoria de desempenho dos alunos quanto às suas escolhas linguísticas em situações interacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre do Amaral Ribeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em Linguística (Unicamp), Pós-Doutorado em Português como Segunda Língua (PUC-Rio), Professor do Programa de PósGraduação em Letras da UERJ, Coordenador do Grupo de Pesquisa CNPq – NUPPLES: Núcleo de Pesquisa e Ensino de Português Língua Estrangeira/ Segunda Língua.

Brízzida Anastácia Souza Lobo de Magalhães, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Graduada em Letras (Português - Francês ) e Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ, Especialidade Língua Portuguesa, Membro do Grupo de Pesquisa CNPq - NUPPLES.

Downloads

Publicado

2018-08-20

Como Citar

Ribeiro, A. do A., & Magalhães, B. A. S. L. de. (2018). Quadrinhos em aulas de português para estrangeiros: ensinando língua e cultura. 9ª Arte (São Paulo), 6(1-2), 18-28. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/nonaarte/article/view/149153

Edição

Seção

Artigos