Teorizar e medir: a pesquisa na gestão da imagem e da reputação

Autores

  • Cristina Panella Instituto Nacional de Pós-Graduação

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2007.138957

Palavras-chave:

Públicos estratégicos. Imagem. Reputação. Comunicação corporative. Índices de imagem.

Resumo

A comunicação das organizações – e o trabalho de seus profissionais – sofreu com a ausência de instrumentos que permitissem dar conta de suas metas, da imagem e da reputação. Postulamos que o trabalho desenvolvido pelas equipes só pode ser avaliado partindo-se de uma concepção sistêmica que leve em conta as percepções dos diferentes públicos estratégicos. O desenvolvimento de abordagens e instrumentos de mensuração deve ser precedido de uma reflexão que construa uma ancoragem teórico-metodológica para a qual o profissional da área da pesquisa tem muito a contribuir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Panella, Instituto Nacional de Pós-Graduação

Doutora em Sociologia com ênfase em Comunicação pela E.H.E.S.S. (Ecole des Hautes Etudes em Sciences Sociales). Professora de Pesquisa e Sistemas de Informação e Marketing no INPG (Instituto Nacional de Pós-Graduação)

Downloads

Publicado

2007-12-14