Novos cenários de participação política: análise das estratégias de comunicação dos grupos de pressão (lobbies)

Autores

  • Antonio Castillo Esparcia Universidad de Málaga. Facultad de Comunicación.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139085

Palavras-chave:

Comunicação Política. Lobby. Meios de comunicação.

Resumo

Este artigo tem dois objetivos: eliminar os estereótipos sobre o que é o lobby e explicar quais são as suas técnicas e estratégias. A partir disso, explicar o que é um lobista e as características que ele deve ter, além de citar as atividades que uma campanha de lobby pode promover e como aplicá-las corretamente. O lobby é muito pouco conhecido. O presente artigo enquadra o lobbying como uma das técnicas de relações públicas, pois é basicamente uma forma de comunicação entre as organizações e os poderes públicos. Portanto, essa moderna atividade está longe de velhos conceitos que a associavam a chantagem e o suborno, já que na atualidade concentra sua atuação em ações dirigidas a toda a população, com a intenção de influenciar os governantes.

 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Antonio Castillo Esparcia, Universidad de Málaga. Facultad de Comunicación.
    Doutor em Jornalismo pela Universidad Autònoma de Barcelona (UAB). Professor da Facultad de Comunicación da Universidad de Málaga (UMA). Diretor do Programa de Mestrado de Gestão Estratégica e Inovação em Comunicação da UMA. Diretor do Programa de Doutorado de Gestão Estratégica em Comunicação da UMA

Downloads

Publicado

2011-06-26

Como Citar

ESPARCIA, Antonio Castillo. Novos cenários de participação política: análise das estratégias de comunicação dos grupos de pressão (lobbies). Organicom, São Paulo, Brasil, v. 8, n. 14, p. 64–86, 2011. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139085. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/139085.. Acesso em: 15 abr. 2024.