Relações governamentais, lobby e advocacy no contexto de public affairs

Autores

  • Eduardo Carlos Ricardo da Patri Patri Políticas Públicas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139089

Palavras-chave:

Políticas Públicas. Modelagem institucional. Relações governamentais. Advocacy. Lobbying. Public affairs.

Resumo

Este texto não é exatamente um artigo acadêmico, mas algo resultante de uma experiência profissional nesta área em vinte e cinco anos no país e quinze no exterior – especialmente no mercado norte-americano e na União Europeia. O que aqui se discute é se, na prática, existem diferenças significativas entre relações governamentais, advocacy e lobbying. Ou trata-se apenas de atividades resultantes de uma evolução histórica, na qual uns e outros “se acomodam” na real busca da defesa de seus legítimos interesses? Conclui-se indicando que uma nova era para assuntos públicos ou public affairs se inicia após a grave crise financeira - econômica e fiscal - de 2008 e o advento da massificação das mídias sociais como o Facebook e o Twitter.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Carlos Ricardo da Patri, Patri Políticas Públicas

Administrador de empresas formado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP). Sócio fundador e diretor da Patri Políticas Públicas, Relações Institucionais e Governamentais. Sócio fundador e diretor da Patri Inc. - Brazilian Government Relations Company, de Washington, DC, Estados Unidos. Membro associado ao Public Affairs Council (PAC) e à American League of Lobbyists (ALL), em Washington.

Downloads

Publicado

2011-06-26

Como Citar

PATRI, E. C. R. da. Relações governamentais, lobby e advocacy no contexto de public affairs. Organicom, [S. l.], v. 8, n. 14, p. 129-144, 2011. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2011.139089. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/139089. Acesso em: 23 fev. 2024.