Comunicação, dispositivo e espaço corporativo: a estratégia da promessa na dinâmica das organizações no capitalismo

Autores

  • Daniela Norcia Gonçalves Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Eugênio Rondini Trivinho Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2021.173547

Palavras-chave:

Organizações corporativas, Comunicação organizacional , Dispositivo de comunicação , Promessa da comunicação , Macrodispositivo do social

Resumo

O artigo reflete sobre o dispositivo de comunicação e seu desdobramento corporativo como promessa da comunicação. A temática, pouco presente em estudos brasileiros sobre comunicação organizacional e afins, comparece fortemente na produção teórica francesa das duas últimas décadas. Inspirado na biopolítica de Michel Foucault e em abordagens francesas sobre o dispositivo de comunicação, o texto apreende a relação entre espaço corporativo e macrodispositivo do social, abrindo caminho para caracterizar a promessa da comunicação como estratégia inseparável da reprodução do capitalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Norcia Gonçalves, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Centro Interdisciplinar de Pesquisas em Comunicação e Cibercultura da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Eugênio Rondini Trivinho, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da PUC-SP.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é um dispositivo? Outra Travessia, Florianópolis, n. 5, p. 9-16, 2005.

AGAMBEN, Giorgio. Che cosè un dispositivo? Roma: Nottetempo, 2006.

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Chapecó: Argos, 2009.

APPEL, Violaine; BOULANGER, Hélène; MASSOU, Luc. Dispositifs : discerner, discuter, distribuer. In: APPEL, Violaine; BOULANGER, Hélène; MASSOU, Luc (org.). Les dispositifs d'information et de communication : concept, usages et objets. Bruxelles: De Boeck, 2010. p. 9-18.

APPEL, Violaine; HELLER, Thomas. Dispositif et recherche en communication des organisations. In: APPEL, Violaine; BOULANGER, Hélène; MASSOU, Luc (Org.). Les dispositifs d'information et de communication : concept, usages et objets. Bruxelles: De Boeck, 2010. p. 39-57.

D'ALMEIDA, Nicole. Les promesses de la communication. Paris: Presses Universitaires de France, 2012.

DELEUZE, Gilles. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 1991.

DELEUZE, Gilles. O mistério de Ariana. Lisboa: Passagens, 1996.

DELEUZE, Gilles. Que és un dispositivo? In: BALIBAR, Ettiénne et al. Michel Foucault, filósofo. Barcelona: Gedisa, 1999. p. 155-163.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1982.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 1987.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. 16. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2005.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território e população: curso no Collège de France (1977-1978). São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica: curso no Collège de France (1978-1979). São Paulo: Martins Fontes, 2008b.

GAVILLET, Isabelle. Michel Foucault et le dispositif : questions sur l'usage galvaudé d'un concept. In: APPEL, Violaine; BOULANGER, Hélène; MASSOU, Luc (Org.). Les dispositifs d'information et de communication : concept, usages et objets. Bruxelles: De Boeck, 2010. p. 17-38.

GONÇALVES, Daniela Norcia. Comunicação organizacional no mercado financeiro contemporâneo: estratégias mediáticas de grandes companhias na era digital. 2019. 399f. Tese (Doutorado em Comunicação e Semiótica) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019.

JACQUINOT-DELAUNAY, Geneviève; MONNOYER, Laurence (coord.). Hermès – Le dispositif entre usage et concept. Paris: C.N.R.S., 1999. n. 25.

JAUNALS, Brigitte. La culture de l'information: du livre au numérique. Paris: Hermès Sciences; Lavoisier, 2003. p. 374-376.

ORNICAR? Bulletin périodique du champ freudien. Paris: Lyse, 1977. n. 10, p. 62-93.

PERAYA, Daniel. Médiation et médiatisation : le campus virtuel. Hermès, Paris, n. 25, p. 153-167, 1999.

SARTRE, Jean-Paul. O que é a subjetividade? Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

SIMONNOT, Brigitte. Les moteurs commerciaux comme dispositifs d'accès à l'information en ligne. In: APPEL, Violaine; BOULANGER, Hélène; MASSOU, Luc (Org.). Les dispositifs d'information et de communication : concept, usages et objets. Bruxelles: De Boeck, 2010. p. 95-115.

ŽIŽEK, Slavo. Bem-vindo ao deserto do real. São Paulo: Boitempo, 2003. (Coleção Estado de sítio).

Downloads

Publicado

2021-02-10