Novos públicos, dialetos e ESG: a inflexão da comunicação financeira no Brasil

Autores

  • Ágatha Paraventi Universidade de São Paulo
  • Luiz Alberto de Farias Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
  • Valéria de Siqueira Castro Lopes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2021.185459

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ágatha Paraventi, Universidade de São Paulo

Doutora e Mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de SãoPaulo (ECA-USP).
Professora da ECA-USP.
Professora da Faculdade Cásper Líbero.

Luiz Alberto de Farias, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Livre-docente pela ECA-USP.
Doutor em Comunicação e Cultura pela USP.
Professor associado da ECA-USP e professor Titular da Universidade Metodista de São Paulo.

Valéria de Siqueira Castro Lopes, Universidade de São Paulo

Doutora e Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.
Professora da ECA-USP.
Professora Titular da Faculdade Cásper Líbero.
Docente do curso Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas - GESTCORP/ECA-USP.

Downloads

Publicado

2021-07-12

Como Citar

PARAVENTI, Ágatha; FARIAS, L. A. de; LOPES, V. de S. C. Novos públicos, dialetos e ESG: a inflexão da comunicação financeira no Brasil. Organicom, [S. l.], v. 18, n. 35, p. 117-127, 2021. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2021.185459. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/185459. Acesso em: 26 jun. 2022.