Estratégias comunicativas nos processos de parcerias para implementação da Agenda 2030 da ONU

Autores

  • Margarida M. Krohling Kunsch Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2022.200234

Palavras-chave:

ODS, Comunicação, Alianças, Agenda 2030, Sustentabilidade

Resumo

Este artigo trata de uma temática mundial na atualidade: a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e os  17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com foco no último – Fortalecer os mecanismos de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável e o papel da comunicação neste contexto. Situar o papel estratégico da comunicação na promoção da sustentabilidade, mediante um trabalho integrado entre os atores e o poder público, a sociedade civil e as organizações, constitui o propósito básico deste texto reflexivo.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Margarida M. Krohling Kunsch, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

    Professora titular e pesquisadora da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), da qual foi diretora entre 2013-2017. Doutora em Ciências da Comunicação pela ECA-USP. Livre-docente em Teoria da Comunicação Institucional: Políticas e Processos pela ECA-USP. Coordena o Centro de Estudos de Comunicação Organizacional e Relações Públicas (Cecorp) e o Observatório de Comunicação, Responsabilidade Social e Sustentabilidade (SustenCOM), da ECA-USP/CNPq.

Referências

ALMEIDA, Fernando. Desenvolvimento sustentável, 2012-2050: visão, rumos e contradições. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

ALMEIDA, Fernando. Os desafios da sustentabilidade: uma ruptura urgente. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

BOFF, Leonardo. Sustentabilidade: o que é, o que não é. Petrópolis: Vozes, 2012.

BRUNO, Kenny; KARLINER, Joshua. Earthsummit.biz: the corporate takeover of sustainable development. Canada: Institute for Food and Development Policy and Corpwatch, 2002.

CASTELLS, Manuel. Comunicación y poder. Madrid: Alianza, 2009.

CASTILHO, Laís. Análise discursiva de comunicação de empresas certificadas sustentáveis pelo Sistema B-Corporation. 2021. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo,São Paulo, 2021.

COMISSÃO MUNDIAL SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO. Nosso futuro comum. Rio de Janeiro: FGV, 1991.

DEETZ, Stanley. A ascensão dos modelos de governança dos stakeholders e o consequente redesenho da comunicação. In: KUNSCH, Margarida M. Krohling; OLIVEIRA, Ivone de Lourdes (org.). A comunicação na gestão da sustentabilidade das organizações. São Caetano do Sul: Difusão, 2009. p. 85-105.

ELKIGNTON, John. 25 years ago I coined the phrase “triple bottom line”: here’s why it’s time to rethink it. Harvard Business Review, Cambridge, 25 jun. 2018. Disponível em: https://bit.ly/3r3nlUo. Acesso em: 22 set. 2022.

ELKINGTON, John. Canibais com garfo e faca. São Paulo: Makron, 2001.

FELTRIN, Diuan dos Santos et al. Agenda 2030 e comunicação para a paz: estratégias de visibilidade e territorialização dos ODS na realidade brasileira a partir de uma perspectiva crítica. In: PELÚCIO, Larissa; CABRAL, Raquel (org.). Comunicação, contradições narrativas e desinformação em contextos contemporâneos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2021. p. 67-88.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Tradução de Rosisca Darcy de Oliveira. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

HAN, Byung-Chul. Sociedade do cansaço. Tradução de Enio Paulo Giachini. Rio de Janeiro: Vozes, 2015.

HART, Stuart. O capitalismo na encruzilhada. Porto Alegre: Bookman, 2006.

KUNSCH, Margarida M. Krohling (org.). A comunicação como fator de humanização das organizações. São Caetano do Sul: Difusão, 2010.

KUNSCH, Margarida M. Krohling (org.). Comunicação organizacional estratégica: aportes conceituais e aplicados. São Paulo: Summus, 2016.

KUNSCH, Margarida M. Krohling (org.). Comunicação organizacional. Histórico, fundamentos e processos. São Paulo: Editora Saraiva, 2009. v. 1.

KUNSCH, Margarida M. Krohling et al. Políticas e estratégias de comunicação na gestão da sustentabilidade nas organizações públicas e privadas. Relatório técnico-científico de Projeto de Produtividade em Pesquisa. São Paulo: CNPq, 2014.

KUNSCH, Margarida M. Krohling. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. 4. ed. São Paulo: Summus, 2003.

KUNSCH, Margarida M. Krohling; KUNSCH, Waldemar Luiz (org.). Relações públicas comunitárias: a comunicação em uma perspectiva dialógica e transformadora. São Paulo: Summus, 2007.

LEFF, Enrique. Epistemologia ambiental. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

OLIVEIRA, Ivone de Lourdes; PAULA, Maria Aparecida. O que é comunicação estratégica nas organizações? São Paulo: Paulus, 2007.

PÉREZ, Rafael A. Estrategias de comunicación. 4. ed. Barcelona: Ariel, 2008.

PÉREZ, Rafael A.; MASSONI, Sandra. Hacia una teoría general de la estrategia. Barcelona: Ariel, 2009.

PHILIPPI JR., Arlindo; FERNANDES, Valdir; CIOCE Carlos Alberto Sampaio (org.). Gestão de natureza pública e sustentabilidade. Barueri: Manole, 2012.

PHILIPPI JR., Arlindo; MALHEIROS, Tadeu Fabrício. Indicadores de sustentabilidade e gestão ambiental. Barueri: Manole, 2013.

PUTNAM, Linda. Metáforas da comunicação organizacional e o papel das relações públicas. In: KUNSCH, Margarida M. Krohling (org.). Relações públicas e comunicação organizacional: campos acadêmicos e aplicados de múltiplas. São Caetano do Sul: Difusão, 2009. p. 43-67.

ROCHA, Jefferson da. Sustentabilidade em questão: economia, sociedade e meio ambiente. Jundiaí: Paco, 2011.

UNITED NATIONS SUSTAINABLE DEVELOPMENT SOLUTIONS NETWORK. An action agenda for sustainable development. Disponível em: https://bit.ly/3S24hBT. Acesso em: 22 set. 2022.

VEIGA, José Eli da. Sustentabilidade, a legitimação de um novo valor. São Paulo: Editora Senac, 2010.

VIEIRA, Liszt. Os argonautas da cidadania. Rio de Janeiro: Record, 2001.

WHITTINGTON, Richard. O que é estratégia. Rio de Janeiro: Thomson, 2002.

Downloads

Publicado

2022-11-23

Como Citar

KUNSCH, Margarida M. Krohling. Estratégias comunicativas nos processos de parcerias para implementação da Agenda 2030 da ONU. Organicom, São Paulo, Brasil, v. 19, n. 39, p. 16–31, 2022. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2022.200234. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/200234.. Acesso em: 19 abr. 2024.