Hamurabi e o seu código

Autores

  • Eurípedes Simões de Paula

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1963.122191

Palavras-chave:

Hamurabi, código, antiguidade

Resumo

INTRODUÇÃO

A dinastia de Hamurabi pertence à segunda grande vaga de expansão dos semitas, oriundos, sem dúvida, do Mar Vermelho e que desde o início do III milênio a. C. invadiram a região situada entre o Eufrates e o Mediterrâneo. Ésses invasores são os amorritas (os amorreus da Bíblia), cujo nome acabou por designar desde Sargão de Acade o país, os habitantes e o deus da zona compreendida entre o Orontes e o Tigre, ou seja a Síria e a Mesopotâmia. Essa migração dos amoritas além do Eufrates foi também em parte determinada pelos imensos deslocamentos de populações na Eurásia no fim do III milênio a. C. A progressão semita rumo ao Leste atingiu o Irão, desceu o Eufrates e depois o Tigre. Textos cuneiformes indi-cam a presença dêsses semitas nessa região desde longa data. 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

1963-12-27

Edição

Seção

Conferência

Como Citar

PAULA, Eurípedes Simões de. Hamurabi e o seu código. Revista de História, São Paulo, v. 27, n. 56, p. 257–270, 1963. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.1963.122191. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/122191.. Acesso em: 14 abr. 2024.