O olhar de Giorgio Agamben sobre as Ninfas

  • Anna Maria Rahme Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Palavras-chave: Ninfa, Imagem, Repetição, Memória, Tempo

Resumo

O texto propõe uma análise do livro Ninfas, 2007, de Giorgio Agamben, no qual o autor se apropria da figura mítica da ninfa e recompõe a história da humanidade, pelos fantasmas e imagens, abordando os conceitos de natureza, mito, reprodução, recepção, memória, movimento, renovação, vida, tempo, signo, imaginação. A resenha crítica mantém o foco sobre os diálogos que Agamben promove com diferentes pensadores e artistas, mas fundamentalmente com o pesquisador Aby Warburg e o filósofo Walter Benjamin.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Agamben, Giorgio. Ninfas. Tradução Antonio Gimeno Cuspinera. Valencia, Espanha: Imprenta Kadmos; 2010.

Benjamin, Walter. La obra de arte en la época de su reproductibilidad técnica. In: Benjamin, Walter. Discursos interrumpidos, 3v. Análises Jesus Aguirre. Vol.1. Buenos Aires, Argentina: Aguilar/Altea/Taurus/Alfaguara S.A. de Ediciones; 1989.

Krausz, Luis S. As Musas: poesia e divindade na Grécia arcaica. São Paulo: EDUSP; 2007.

Fontes eletrônicas e sites

Aby Warburg e os arquivos da memória. Acesso em 12/08/1019. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/hyper/resources/aguerreiro-pwarburg/.

Bill Viola at Work: Making the Passions Videos. Acesso em 22/08/1019. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=GQuSYsFMMt4.

Dicionário de filosofia. Acesso em 12/08/1019. Disponível em: https://sites.google.com/view/sbgdicionariodefilosofia/redu%C3%A7%C3%A3o-eid%C3%A9tica.

Publicado
2019-11-21
Como Citar
Rahme, A. (2019). O olhar de Giorgio Agamben sobre as Ninfas. Revista ARA, 7(7), 97-109. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v7i7p97-109