Por entre arquivos, memórias e esquecimentos: a documentação da obra de Mário Di Lascio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2022.191640

Palavras-chave:

Documentação, Biografia, Arquitetura residencial

Resumo

Este artigo aborda a produção residencial do arquiteto paraibano Mário Glauco Di Lascio (nascimento em 1929), na cidade de João Pessoa (PB) entre 1957 e 1979, tema explorado por uma dissertação de mestrado. O objetivo é discutir os processos metodológicos da documentação de sua obra e de escrita de sua biografia, partindo de uma montagem de dados procedentes de variadas fontes, incluindo arquivos públicos e privados, testemunhos materiais e depoimentos orais. O texto organiza-se em três etapas complementares: a pesquisa no arquivo morto (a caça ao tesouro); no arquivo vivo (a vida e morte dos documentos); das fontes orais (os contadores de histórias). Afinal, discute-se como estes levantamentos fornecem pormenores que, quando devidamente explorados, enriquecem a trama sobre o arquiteto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Filipe Valentim Afonso, Faculdade Santa Maria

Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pelo Programa de Pós-graduação de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Paraíba (PPGAU/UFPB). Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em 2016, com graduação-sanduíche em De Montfort University (Inglaterra/Reino Unido), financiado pelo CNPq em 2013/2014. Pesquisador do Laboratório de Pesquisa, Projeto e Memória (LPPM). Conteudista de disciplinas para modalidade EAD nas áreas de História da Arquitetura e Urbanismo. Atualmente Docente na Faculdade Santa Maria (FSM-PB).

Maria Berthilde de Barros Lima e Moura Filha, Universidade Federal da Paraíba

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Paraíba (1986), mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (1997) e Doutorado em História da Arte pela Universidade do Porto (2005). Professora Associado IV da Universidade Federal da Paraíba, integrando o corpo docente permanente do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da mesma universidade. Atua principalmente nos seguintes temas: história da arquitetura brasileira, história da cidade e do urbanismo, patrimônio, centros históricos na cidade contemporânea. Mantém projeto de extensão em educação patrimonial em meio virtual e junto a escolas de ensino fundamental e médio.

Referências

AFONSO, Filipe Valentim. Um olhar sobre a vitrine: os materiais e as técnicas construtivas das casas edificadas na Avenida Epitácio Pessoa, 1946-1972. Trabalho Final de Graduação em Arquitetura e Urbanismo(monografia). João Pessoa: UFPB, 2016.

ALBERTI, Verena. História oral: a experiência do CPDOC. Rio de Janeiro, Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1990.

ARAÚJO, Ricardo Ferreira de. Arquitetura residencial em João Pessoa - PB ─ A experiência moderna nos anos 1970. 2010. 137f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.

ARÓSTEGUI, Julio. A pesquisa histórica: teoria e método. Bauru, SP: Edusc, 2006.

BARREIROS, Márcia. ARTESTUDIO Arquitetos. João Pessoa: Gráfica JB, 2018.

CHAVES, Carolina Marques Galvão. Casa (moderna) brasileira: difusão da arquitetura moderna em João Pessoa 1950-60’s. Dissertação (mestrado). São Carlos, 2012

COSTA, Roberta Xavier da. Casas modernas na orla marítima de João Pessoa – 1960 a 1974. Dissertação de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo. UFRN, Natal, 2011.

COTRIM, Marcio; TINEM, Nelci; VIDAL, Wylnna. Casas de Mario Di Lascio nos anos 1970: rampas, meio níveis e divisão em dois núcleos. In: Anais do 4º Docomomo Norte Nordeste. Natal/RN: UFRN, 2012. v. único.

DI LASCIO, Mário. Mário Di Lascio: depoimento [a - 28 de setembro de 2016; b - 21 de outubro, 2016; a - 21 de março de 2017; b - 20 de abril de 2017; c - 17 de maio de 2017; a - 05 de junho de 2018; b - 02 de agosto de 2018; 11 de novembro de 2019]. João Pessoa: entrevistas concedidas ao pesquisador.

FERREIRA, Marieta. História, tempo presente e história oral. In: Topoi, Rio de Janeiro, 2002, p.314-332.

LE GOFF, Jacques. História & Memória. 7ª edição revista. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2013.

GINZBURG, Carlo. Mitos, Emblemas e Sinais (morfologia e historia). SP, Companhia das Letras, 1989, p.143-180.

NASLAVSKY, Guilah; MARQUES, Sônia. Recepção x difusão: reflexões para preservação do patrimônio recente. In: Anais do 9º Docomomo Brasil. Brasília/DF: 2011.

PEREIRA, Fúlvio Teixeira de Barros. Difusão da arquitetura moderna na cidade de João Pessoa (1956-1974). Dissertação de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo. São Carlos: EESC / USP, 2008.

ROCHA, Mércia Parente. Manifestações da arquitetura moderna em João Pessoa. Trabalho final de graduação em Arquitetura e Urbanismo. Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 1987.

SOUTO, Márcia. Márcia Souto: depoimento [06 de maio de 2018]. João Pessoa: entrevista concedida ao pesquisador.

THOMPSON, Paul. A voz do passado - História Oral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

TINEM, Nelci; COTRIM, Márcio. Na urdidura da modernidade: Arquitetura Moderna na Paraíba. (Coleção Arquitetura, Historiografia e projeto). F&A editora, João Pessoa: 2014.

WAISMAN, Marina. O interior da história: historiografia arquitetônica para uso de latino-americanos. São Paulo: Perspectiva, 2013.

WOLF, José. Vida no ‘satélite’ verde. In: AU (Arquitetura e Urbanismo). São Paulo, n. 19, p. 64-74, ago/set, 1988.

Downloads

Publicado

2022-06-22

Como Citar

Afonso, F. V., & Filha, M. B. de B. L. e M. (2022). Por entre arquivos, memórias e esquecimentos: a documentação da obra de Mário Di Lascio. Risco Revista De Pesquisa Em Arquitetura E Urbanismo (Online), 20, 1-17. https://doi.org/10.11606/1984-4506.risco.2022.191640

Edição

Seção

Artigos e Ensaios