Avaliação da qualidade de vida, sono e Síndrome de Burnout dos residentes de um programa de residência multiprofissional em saúde

Autores

  • Ana Paula F Moreira Universidade Federal do Triângulo Mineiro.
  • Lislei J Patrizzi Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia
  • Marilita F Accioly Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia
  • Suraya G N Shimano Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia
  • Isabel A P Walsh Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v49i5p393-402

Palavras-chave:

Internato não Médico. Qualidade de Vida. Sono. Esgotamento Profissional

Resumo

Modelo do estudo: Estudo transversal, de caráter exploratório, descritivo e quantitativo. Objetivo: Avaliar qualidade de vida (QV), qualidade de sono e Síndrome de Burnout (SB) em residentes multiprofissionais, ao longo da Residência. Metodologia: Foram analisados 60 residentes multiprofissionais, dos quais 24 eram residentes ingressantes, cursando a primeira semana do programa (RIn), 18 estavam no final do primeiro ano (R1) e 18 no final do segundo ano (R2). Foi realizada a aplicação do WHOQOL-bref, Pittsburgh Sleep Quality Index e Maslach Burnout Inventory (MBI). Resultados: A qualidade de sono diminuiu ao longo da residência e foi identificado menor comprometimento em todos os domínios da QV para RIn. Quanto às dimensões isoladas do MBI, R1 apresentou maior número de residentes com exaustão emocional (EE) alta e realização profissional (RP) baixa e R2 despersonaliza- ção (DE) alta. Dois indivíduos do R2 apresentaram a SB; R2 também se destacou no preenchimento de um critério. O R1 apresentou maior porcentagem de sujeitos em situação de risco. A maioria de RIn não obteve classificação significativa em nenhuma das dimensões. A média dos resultados da EE foi alta para R2, limítrofe para R1 e baixa para RIn. Conclusão: Os resultados indicaram que tanto a qualidade do sono quanto a qualidade de vida de residentes passam por repercussões negativas ao longo dos anos da residência e pode ocorrer o desenvolvimento da Síndrome de Burnout nestes profissionais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula F Moreira, Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Fisioterapeuta Residente na Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Lislei J Patrizzi, Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia

Professora Doutora do Departamento de Fisioterapia da UFTM. Tutora da Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da UFTM

Marilita F Accioly, Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia

Professora Doutora do Departamento de Fisioterapia da UFTM. Tutora da Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da UFTM

Suraya G N Shimano, Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia

Professora Doutora do Departamento de Fisioterapia da UFTM. Tutora da Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da UFTM

Isabel A P Walsh, Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Departamento de Fisioterapia

Professora Doutora do Departamento de Fisioterapia da UFTM. Tutora da Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da UFTM

Downloads

Publicado

2016-11-30

Como Citar

1.
Moreira APF, Patrizzi LJ, Accioly MF, Shimano SGN, Walsh IAP. Avaliação da qualidade de vida, sono e Síndrome de Burnout dos residentes de um programa de residência multiprofissional em saúde. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de novembro de 2016 [citado 2 de março de 2024];49(5):393-402. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/125587

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share