Avaliação da assistência médica prestada no ambulatório da liga de combate às DST/AIDS - centro de saúde, S.P., 1994-1997

Autores

  • Deborah M. Ramos Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)
  • Fábio de P. Turco Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)
  • Daniela A. de Moraes Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)
  • Ricardo C. Cavalli Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP)
  • Naiara F. Xavier Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)
  • Aldaisa C. Forster Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v32i3p326-334

Palavras-chave:

Avaliação de Processos e Resultados (Cuidados de Saúde). Assistência Médica. Educação Médica.

Resumo

Este trabalho analisou a assistência médica prestada pelos alunos da Liga de Combate a DST/AIDS, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, no curso de três anos e
meio, junto ao Programa de Prevenção e Controle de Aids do Centro de Saúde Escola. Foi utilizada a metodologia de avaliação em saúde (processo e resultados), que contemplou o estudo da assistência médica em um período contínuo de seguimento, sendo analisados os diagnósticos formulados, os exames laboratoriais e complementares prescritos, as medidas curativas e de promoção da saúde e prevenção de doenças. Foram estudados sessenta e seis (66) indivíduos, sendo 48,5% comunicantes de portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana ou de doentes de aids, 27,3% portadores do HIV e 24,2% de doentes de aids. Houve maioria de pacientes masculinos, embora a relação homem:mulher cresça de 1:1, 2:1 e 3,5:1 no sentido comunicantes, portadores e doentes, com uma frequência modal de 40,9% na faixa etária de trinta (30) e trinta e nove (39) anos, o grau de escolaridade e as ocupações foram característicos de nível socioeconômico baixo. Formularam-se diagnósticos de deficiência da imunidade celular, exposição a doenças transmissíveis (aids, tuberculose e outras doenças infecciosas), infecções respiratórias agudas, doenças sexualmente transmissíveis, parasitoses, entre as principais. Em média, a clientela permaneceu 3,2 meses em seguimento, recebeu 2,4 consultas e 47,7% dela abandonou
o atendimento. Os alunos participaram ativamente da pesquisa; a metodologia e as informações quantitativas contribuíram para a avaliação da qualidade da assistência médica, tendo o serviço de saúde correspondido como alternativa institucional para formação e assistência mais próxima da comunidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deborah M. Ramos, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Aluna de Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Fábio de P. Turco, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Aluno de Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Daniela A. de Moraes, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Aluna de Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Ricardo C. Cavalli, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP)

Médico Residente de 2º ano do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP)

Naiara F. Xavier, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Aluna de Graduação da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FMRP-USP)

Aldaisa C. Forster, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Docente do Departamento de Medicina Social.
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

1999-09-30

Como Citar

1.
Ramos DM, Turco F de P, Moraes DA de, Cavalli RC, Xavier NF, Forster AC. Avaliação da assistência médica prestada no ambulatório da liga de combate às DST/AIDS - centro de saúde, S.P., 1994-1997. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 1999 [citado 28 de fevereiro de 2024];32(3):326-34. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/12710

Edição

Seção

Descrição de Métodos e Técnicas
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)