Perfil e fatores associados ao câncer de próstata em Criciúma – Santa Catarina, Brasil

Palavras-chave: Antígeno Prostático Específico, Exame Retal Digital, Fatores de Risco, Neoplasias da Próstata, Próstata

Resumo

Objetivo: O câncer de próstata é o segundo mais incidente na população masculina no Brasil. O objetivo do estudo é analisar a frequência dos fatores de risco associados ao desenvolvimento do câncer de próstata e o impacto da realização de exames na faixa etária de rastreamento (55-69 anos), auxiliando os profissionais de saúde no manejo e prevenção da doença. Método: Foi realizado um estudo caso-controle no período de 2011 a 2016 em Criciúma – SC, Brasil. A amostra foi dividida em dois grupos, um com biópsia de adenocarcinoma de próstata (casos; n = 124) e outro com biópsia negativa (controles; n = 251). Entre ambos os grupos, foram comparadas as variáveis: idade, história familiar de câncer de próstata, antígeno prostático específico e toque retal alterado. Resultados: No grupo dos casos, na faixa etária entre 55-69 anos, ocorreu maior significância de toque retal alterado (p < 0,001; odds ratio 15.5 e valor preditivo positivo 91,3%), antígeno prostático específico ≥ 4 ng/mL (p < 0,001; odds ratio 7.02 e valor preditivo positivo 56,2%) e quando os dois exames estavam alterados (p < 0,001; odds ratio 19.63 e valor preditivo positivo 90,5%). Conclusão: Há evidências, principalmente entre 55-69 anos, de maior correlação de biópsia positiva, toque retal alterado e PSA ≥ 4 ng/mL.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ives Alexandre Yutani Koseki, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Physician, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Matheus Rosso Benedet, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Physician, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Guilherme de Sá, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Physician, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Rafael de Conti, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Physician, Professor, UROMAIS Clinic, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Roberto Meister Bernardi

Physician, Professor, CRIAR Clinic, SC, Brasil.

André Rodrigues da Silva, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Physician, Professor, CLINIURO Clinic, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Daniel Izé Ronchi, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Physician, Professor, Alice Laboratory, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Kristian Madeira, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Doctoral, Professor, Epidemiology Laboratory, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, SC, Brasil.

Publicado
2019-07-04
Como Citar
1.
Koseki IAY, Benedet MR, Sá G, Conti R, Bernardi RM, Silva AR, Ronchi DI, Madeira K. Perfil e fatores associados ao câncer de próstata em Criciúma – Santa Catarina, Brasil. Medicina (Ribeirao Preto. Online) [Internet]. 4jul.2019 [citado 17set.2019];52(2):104-9. Available from: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/159692
Seção
Artigo Original