Internações por intoxicações medicamentosas em crianças menores de cinco anos no estado de Minas Gerais/Brasil, 2009 – 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v53i4p370-378

Palavras-chave:

Lactente, Pré-escolar, Hospitalização, Envenenamento, Preparações Farmacêuticas

Resumo

Objetivo: descrever as internações hospitalares no estado de Minas Gerais devido às intoxicações medicamentosas, em crianças menores de cinco anos de idade, entre os anos de 2009 e 2018. Métodos: estudo descritivo-analítico de levantamento, com dados do Sistema de Internações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS); os diagnósticos foram extraídos conforme a 10ª Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10); os medicamentos envolvidos foram categorizados em classes terapêuticas segundo a Anatomical Therapeutic Chemical (ATC) e os dados obtidos foram analisados por estatística descritiva. Resultados: foram identificadas 1.888 internações com 2358 diagnósticos de intoxicações e três óbitos; as classes terapêuticas mais frequentes foram fármacos não especificados (47,54%), antiepilépticos/sedativo-hipnóticos/antiparkinsonianos (14,72%); fármacos psicotrópicos (6,62%); antibióticos sistêmicos (4,88%); e analgésicos/antitérmicos não opiáceos (4,75%). Conclusão: dentre as classes terapêuticas identificadas, os medicamentos que atuam no Sistema Nervoso Central foram os principais agentes causadores de intoxicação medicamentosa. No entanto, mais estudos são necessários para a análise das internações de todo o estado, uma vez que o SIH/SUS apenas contempla as internações subsidiadas pelo SUS.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

Domingos SM BN, Merino MFGL, Higarashi IH. Internações por intoxicação de crianças de zero a 14 anos em hospital de ensino no Sul do Brasil, 2006-2011. Epidemiologia e Serviços de Saúde. 2016;25(2):343-50.

Sistema Nacional de Informações Toxico Farmacológicas [database on the Internet]. Fundação Oswaldo Cruz. 2016. Available from: https://sinitox.icict.fiocruz.br/dados-regionais.

Portaria nº 1.678, de 02 de outubro de 2015. Institui os Centros de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox) como estabelecimentos de saúde integrantes da linha de cuidado ao trauma, da Rede de Atenção às Urgências e Emergências no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS, (2015).

Takahama CH, Turini CA, Girotto E. Perfil das exposições a medicamentos por mulheres em idade reprodutiva atendidas por um Centro de Informações Toxicológicas. Ciênc saúde coletiva [online]. 2014;19(4):1191-9.

Maior MCLS, Osorio-de-Castro CGS, Andrade CLT. Internações por intoxicações medicamentosas em crianças menores de cinco anos no Brasil, 2003-2012. Epidemiol Serv Saúde [online]. 2017;26(4):771-82.

Rozenfeld S. Agravos provocados por medicamentos em hospitais do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Rev Saúde Pública [online]. 2007;41(1):108-15. Epub 28 Nov 2006.

Junqueira RMP, Duarte EC. Internações hospitalares por causas sensíveis à atenção primária no Distrito Federal, 2008. Rev Saúde Pública [online]. 2008;46(5):761-8.

Mendonca DR, Menezes MS, Matos MA, Reboucas DS, Filho JN, de Assis RS, et al. Acute Poisoning in Children in Bahia, Brazil. Glob Pediatr Health. 2016;3:2333794X15623243. Epub 2016/06/24.

Lessa MA, Bochner R. Análise das internações hospitalares de crianças menores de um ano relacionados a intoxicações e eventos adversos de medicamentos no Brasil. Rev Bras Epidemiol. 2008;11(4):660-74.

Andrade SSCA, Jorge MHPD. Internações hospitalares por lesões decorrentes de acidentes de transporte terrestre no Brasil, 2013: permanência e gastos. Epidemiol Serv Saúde [online]. 2017;26(1):31-8.

Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais cujos procedimentos metodológicos envolvam a utilização de dados diretamente obtidos com os participantes ou de informações identificáveis ou que possam acarretar riscos maiores do que os existentes na vida cotidiana, (2016).

Martins ACM. Eventos adversos a medicamentos: bancos de dados administrativos de pacientes hospitalizados e registro de óbito como fonte de informação [Tese de doutorado]. Rio de Janeiro2015.

Siqueira KM, Brandão JR, Lima HF, Garcia ACA, Gratone FM, Brasileiro MSE. Perfil das intoxicações exógenas infantis atendidas em um hospital especializado da rede pública de Goiânia-GO. Rev Eletronica Enferm. 2008;10(3):662-72.

Magalhães ALA, Morais Neto OL. Desigualdades intraurbanas de taxas de internações por condições sensíveis à atenção primária na região central do Brasil. Ciênc saúde coletiva [online]. 2017;22(6):2049-62.

Rocha EJS, Gonzalez AD, Girotto E, Guidoni CM. Análise do perfil e da tendência dos eventos toxicológicos ocorridos em crianças atendidas por um Hospital Universitário. Cad saúde colet [online]. 2019;27(1):53-9.

Santos GAS, Boing AC. Mortalidade e internações hospitalares por intoxicações e reações adversas a medicamentos no Brasil: análise de 2000 a 2014. Cad Saúde Pública [online]. 2018;34(6):e00100917. Epub 25 June 2018.

Batchelor HK, Marriott JF. Formulations for children: problems and solutions. Br J Clin Pharmacol. 2015;79(3):405-18. Epub 2015/04/10.

Bond GR, Woodward RW, Ho M. The growing impact of pediatric pharmaceutical poisoning. J Pediatr. 2012;160(2):265-70 e1. Epub 2011/09/17.

Moraes CG, Mengue SS, Tavares NUL, Pizzol TSD. Utilização de medicamentos entre crianças de zero a seis anos: um estudo de base populacional no sul do Brasil. Ciênc saúde coletiva [online]. 2013;18(12):3585-93.

Telles Filho PCP, Pereira Junior AC. Automedicação em crianças de zero a cinco anos: fármacos administrados, conhecimentos, motivos e justificativas. Esc Anna Nery [online]. 2013;17(2):291-7.

Hahn RC, Labegalini MPC, Oliveira MLF. Características de intoxicações agudas em crianças: estudo em um Centro de Assistência Toxicológica. Braz J Surg Clin Res. 2013;4(1):18-22.

Malhotra S, Arora RK, Singh B, Gakhar U, Tonk R. Child resistant packaging: a prime concern for packaging of medicinal products. International Journal of Pharmaceutical Sciences Review and Research. 2013;22(2):79-88.

Downloads

Publicado

2020-12-11

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

1.
Bego BS, Pereira ML, Nogueira LS. Internações por intoxicações medicamentosas em crianças menores de cinco anos no estado de Minas Gerais/Brasil, 2009 – 2018. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 11º de dezembro de 2020 [citado 20º de maio de 2024];53(4):370-8. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/170145