Percepção de pessoas em situação de rua sobre o tratamento da tuberculose

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.rmrp.2022.191161

Palavras-chave:

Pessoas em situação de rua, Tuberculose, Adesão à medicação, Populações vulneráveis, Saúde Pública

Resumo

Objetivo: Conhecer a percepção de pessoas em situação de rua em relação ao tratamento da tuberculose. Métodos: Estudo qualitativo, com base na história oral temática. Foram entrevistadas 24 pessoas em situação de rua no Município de São Paulo, em tratamento da tuberculose e vinculados a duas Unidades Básicas de Saúde, no período de junho a julho de 2018. Resultados: Emergiram três categorias: A situação de rua como desafio para o enfrentamento da tuberculose; o impacto do tratamento na vida dos usuários; as potencialidades e os limites dos serviços de saúde no apoio ao tratamento. Os participantes destacaram que o fato de viver em situação de rua impacta no tratamento da tuberculose, pois as medidas de isolamento e monitoramento são menos efetivas. Em contrapartida, a possibilidade de cura e a relação estabelecida com os profissionais de saúde foram fundamentais para a adesão ao tratamento. Considerações finais: A tuberculose na população de rua deve ser compreendida na perspectiva da determinação social do processo saúde-adoecimento. Por outra parte, desafios inerentes aos esquemas terapêuticos, condições de vida na rua, vulnerabilidades individuais, coletivas e programáticas dos serviços e políticas públicas que precisam ser considerados na construção das estratégias de cuidado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Hino, Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo, (SP), Brasil

Pós-Doutorado, Enfermeira

Isabela Bombonato de Almeida, Hospital Israelita Albert Einstein, (SP), Brasil

Enfermeira

Aline Aparecida Monroe, Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, (SP), Brasil

Pós-Doutorado

Maria Rita Bertolozzi, Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo, (SP), Brasil

Doutorado, Enfermeira

Mônica Taminato, Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo, (SP), Brasil

Pós-Doutorado, Enfermeira

Lucimara Fabiana Fornari, Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo, (SP), Brasil

Doutorado, Enfermeira

Anderson da Silva Rosa, Universidade Federal de São Paulo. Escola Paulista de Enfermagem, São Paulo, (SP), Brasil

Doutorado, Enfermeiro

Referências

- OXFAM. Relatório: O vírus da desigualdade unindo um mundo dilacerado pelo coronavírus por meio de uma economia justa, igualitária e sustentável. OXFAM: Brasil;2021. https://doi.org/10.21201/2021.6409

- Prefeitura de São Paulo. Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. Pesquisa censitária da população em situação de rua, caracterização socioeconômica da população adulta em situação de rua e relatório temático de identificação das necessidades desta população na cidade de São Paulo- 2019. Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. Prefeitura de São Paulo; 2019. Disponível em: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/Produtos/Produto%209_SMADS_SP.pdf

- Valle FA, Farah BF, Carneiro-Júnior N. Health-interfering streets experiences: homeless people’s perspective. Saúde debate. 2020 Jan-Mar;44(124):182-92. doi: https://doi.org/10.1590/0103-1104202012413

- Abreu D, Oliveira WF. Health care of the people living in the streets: a challenge for the Street Clinic and for the Brazilian Unified National Health System. Cad saúde pública. 2017 Mar;33(2):e00196916. https://doi.org/10.1590/0102-311X00196916

- Bertolozzi MR, Takahashi RF, França FOS, Hino P. The incidence of tuberculosis and its relation to social inequalities: Integrative Review Study on PubMed Base. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2020 Nov;24(1):e20180367. https://doi.org/10.1590/2177-9465

- Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil; 2019. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_recomendacoes_controle_tuberculose_brasil_2_ed.pdf

- Rosa AS, Santana CLA. Street Clinic as good practice in Collective Health. Rev bras enferm. 2018;71(Suppl 1):465-6. https://doi.org/10.1590/0034-7167-201871sup102

- Vargas ER, Macerata I. Contributions of Street Outreach teams to primary health care and management. Rev panam salud pública. 2018; 42(23):e170. https://doi.org/10.26633/RPSP.2018.170

- Merhy JCSB. Manual de história oral. São Paulo: Loyola; 2018. 292p.

- Minayo MCS. Amostragem e saturação em pesquisa qualitativa: consensos e controvérsias. Rev Pesq Qual. 2017;5(7):1-12. https://editora.sepq.org.br/rpq/article/view/82/59

- Tong A, Sainsbury P, Craig P, Craig J. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32-item checklist for interviews and focus groups. In j qual health care. 2007 Sep;19(6):349-57. https://doi.org/1093/intqhc/mzm042

- Breilh J. La determinación social de la salud como herramienta de transformación hacia una nueva salud pública (salud colectiva). Rev Fac Nac Salud Pública [Internet]. 2013 [cited 2021 Jan 12];31(Suppl 1):13-27. Available from: http://www.scielo.org.co/pdf/rfnsp/v31s1/v31s1a02.pdf

- Duarte R, Lonnroth K, Carvalho C, Lima F, Carvalho ACC, Muñoz-Torrico M, et al. Tuberculosis, social determinants and co-morbidities (including HIV). Pulmonology. 2018;24(2):115-19. https://doi.org/10.1016/j.rppnen.2017.11.003

- Hino P, Yamamoto TT, Bastos SH, Beraldo AA, Figueiredo TMRM, Bertolozzi MR. Tuberculosis in the street population: a systematic review. Rev Esc Enferm USP. 2021;55:e03688. https://doi.org/10.1590/s1980-220x20190396036

- Hino P, Monroe AA, Takahashi RF, Souza KMJ, Figueiredo TMRM, Bertolozzi MR. Tuberculosis control from the perspective of health professionals working in street clinics. Rev latinoam enferm. 2018 Nov; 26:e3095. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2691.3095

- Engstrom EM, Lacerda A, Belmonte P, Teixeira MB. The dimension of care by the “Street Clinic´s team: challenges of the clinic in defense of life. Saúde debate. 2019 Jul;43(Spe 7):50-61. https://doi.org/10.1590/0103-11042019S704

- Oliveira RCC, Adário KDO, Barrêto AJR, Barbosa KKS, Videres ANR, Nogueira JA, Palha PF. Policy transfer of direct observation of therapy for tuberculosis: primary health care professional´s speeches. REME rev min enferm. 2019;23:e-1158. https://doi.org/10.5935/1415-2762.20190005

- Shuhama BV, Silva LMC, Andrade RLP, Palha PF, Hino P, Souza KMJ. Evaluation of the directly observed therapy for treating tuberculosis according to the dimensions of policy transfer. Rev Esc Enferm USP. 2017 Dec; 51:e03275. https://doi.org/10.1590/S1980-220X2016050703275

- Koopmans FF, Daher DV, Acioli S, Sabóia VM, Ribeiro CRB, Silva CSSL. Living on the streets: An integrative review about the care for homeless people. Rev bras enferm. 2019 Jan-Feb;71(1):220-9. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0653

- Garbois Júlia Arêas, Sodré Francis, Dalbello-Araujo Maristela. From the notion of social determination to one of social determinants of health. Saúde debate. 2017 Mar;41(112):63-76. https://doi.org/10.1590/0103-1104201711206

- Silva EN, Pereira ACES, Araújo WN, Elias FTS. A systematic review of economic evaluations of interventions to tackle tuberculosis in homeless people. Rev panam salud pública. 2018;42:e40. https://doi.org/10.26633/RPSP.2018.40

- Zuim RCB, Trajman A. Therapeutic itinerary of homeless persons with tuberculosis in Rio de Janeiro. Physis. 2018;28(2): e280205. https://doi.org/10.1590/S0103-73312018280205

- Valle FA, Farah BF. Health of those who are in homeless situation: (in)visibilities in access to the Unified Health System. Physis. 2020 Oct;30(2):e300226. https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300226

- Wijk LB, Mângia EF. Health care for Homeless People by the Network of Psychosocial Attention of Sé. Saúde debate. 2017 Oct-Dec;41(115):1130-42. https://doi.org/10.1590/0103-1104201711511

- Brasil. Presidência da República. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 15 dez. 2016.

Publicado

2022-12-27

Como Citar

1.
Hino P, Almeida IB de, Monroe AA, Bertolozzi MR, Taminato M, Fornari LF, Rosa A da S. Percepção de pessoas em situação de rua sobre o tratamento da tuberculose. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 27 de dezembro de 2022 [citado 26 de fevereiro de 2024];55(4):e-191161. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/191161

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share