Pet-saúde como ferramenta de identificação dos níveis de estresse nos profissionais da atenção primária em saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.rmrp.2023.203175

Palavras-chave:

Educação em saúde, Secretaria de Saúde, Saúde Mental, Sistema Único de Saúde, Estresse

Resumo

Evidenciado na atualidade que as condições de trabalho podem contribuir para alterações da saúde física e mental dos indivíduos, estudos apontam a relação destes transtornos com a insatisfação, falta de reconhecimento profissional, desgaste provocado pelo contato direto com o paciente, as recompensas insuficientes, a falta de autonomia, as relações interpessoais disfuncionais, os conflitos de valores, a falta de recursos humanos e materiais, a longa jornada de trabalho, a baixa remuneração, o estreitamento do mercado de trabalho, a alta exposição a riscos ocupacionais e a indefinição do papel profissional. A pesquisa emergiu das vivências iniciais do projeto PET-Saúde Interprofissionalidade. Objetivo: Analisar níveis de estresse entre os profissionais de um Centro de Saúde da Família (CSF), através da aplicação do teste de Lipp - Inventário de Sintomas de Stress Lipp (ISSL). Metodologia: Realizou-se a pesquisa quantitativa, descritiva, transversal. Participaram da pesquisa 30 profissionais que atuavam no serviço. Resultados: Dos profissionais avaliados, 6,7% apresentaram-se na fase de alerta, 56,6% em fase de resistência e 16,7% em fasede exaustão. Os sintomas mais identificados foram os físicos, uma vez que, os sintomas psicológicos encontrados são intrínsecos e identificados mediante informações dadas pelos profissionais. Conclusão: Desta forma, torna se necessário a realização de estratégias para prevenção e controle de transtornos que acometem e/ou tendem a acometer estes profissionais, melhorando, assim, sua qualidade de vida, bem como a assistência aos usuários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angela Makeli Kososki Dalagnol, Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, (SC), Brasil

Enfermeira, mestranda do Programa de Ciências Biomédicas

Heloisa Schatz Kwiatkowiski, Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, (SC), Brasil

Enfermeira

Marina Klein Heinz, Universidade do Estado de Santa Catarina, Chapecó, (SC), Brasil

Enfermeira Graduada

Thiego Socoloski, Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, (SC), Brasil

Especialista em Saúde Coletiva

Marta Kohls, Universidade do Estado de Santa Catarina, Chapecó, (SC), Brasil

Docente

Matheus Ribeiro Bizuti, Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, (SC), Brasil

Acadêmico de Medicina

Débora Tavares Resende e Silva, Universidade Federal da Fronteira Sul, Chapecó, (SC), Brasil

Docente

Referências

Boas MV -, Cerqueira A. Assessing stress at work: The Portuguese version of the Job Content Questionnaire. Revista Avaliação Psicológica [Internet]. 2017 [cited 12AD Mar];16(1):70–7. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04712017000100009. DOI: 10.15689/ap.2017.1601.08

Hoeckesfeld L, Silva LH da, Machado PTA, Santos AC dos. QUALITY OF WORK LIFE: PERCEPTION OF HEALTH PROFESSIONALS IN A PUBLIC HOSPITAL UNIT. Revista Reuna [Internet]. 2021 Jun 27 [citado Mar 2022];26(2):1–22. Disponível em: https://revistas.una.br/reuna/article/view/1210

Montoya MSR, Peña SLP, Villa EAH, Pedroza RIH, Vargas MR, Ocaño MAF. Síndrome de burnout en el personal de enfermería de unidades de cuidado crítico y de hospitalización. Enfermería Global [Internet]. 2020 Jun 18 [citado Mar 2022 Mar];19(3):479–506. Disponível em : https://revistas.um.es/eglobal/article/view/398221/284351 DOI: 10.6018/eglobal.398221

Garcia GPA, Marziale MHP, Garcia GPA, Marziale MHP. Indicators of burnout in Primary Health Care workers. Revista Brasileira de Enfermagem [Internet]. 2018 [citado Mar 2022 ];71:2334–42. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-71672018001102334&script=sci_arttext. DOI: 10.1590/0034-7167-2017-0530

Gutiérrez KPM, Ramos FRS, Dalmolin G de L. BURNOUT SYNDROME IN NURSING PROFESSIONALS IN PUNTA ARENAS, CHILE. Texto & Contexto - Enfermagem [Internet]. 2020 [citado Mar 2022];29(spe). Disponível: http://old.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-07072020000600310&script=sci_arttext&tlng=es DOI: 10.1590/1980-265x-tce-2019-0273

Ribeiro EK do A, Santos RC dos, Araújo-Monteiro GKN de, Brandão BML da S, Silva JC da, Souto RQ. Influence of burnout syndrome on the quality of life of nursing professionals: quantitative study. Revista Brasileira de Enfermagem [Internet]. 2021 [citado Mar 2022];74(suppl 3). Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/gQKZSHwTCvmhM6xbcjtHjgq/?lang=en DOI: 10.1590/0034-7167-2020-0298

Oliveira MM, Campos GW. Matrix support and institutional support: analyzing their construction. Ciência & Saúde Coletiva [Internet]. Jan 2015 [citado 12 jan 2022];20(1):229-38. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232014201.21152013

Sturmer G, Pinto ME, Oliveira MM, Dahmer A, Stein AT, Plentz RD. Perfil dos profissionais da atenção primária à saúde, vinculados ao curso de especialização em saúde da família una-sus no Rio Grande do Sul. Revista Conhecimento Online [Internet]. 2 jan 2020 [citado 12 jan 2022];1:04. Disponível em: https://doi.org/10.25112/rco.v1i0.1639

Martins APL, Negro-Dellacqua M, Guedes AL de L, Sousa IF de, Biff D, Elias E, Sousa Junior AR de. Profile of Primary Care professionals in the Municipality of Araranguá/SC. RSD [Internet]. 2020 Jul.4 [citado 12 jan 2022]9];9(8):e261985668. Disponível em: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5668

Brasil. Congresso. Senado. Regulamenta o par. 5° do art. 198 da constituição federal, dispõe sobre o aproveitamento de pessoal amparado pelo parágrafo único do art. 2° da emenda constitucional n° 51, de 14 de fevereiro de 2006, e dá outras providências. Lei Nº 11.350, de 5 de Outubro de 2006. Brasil: Diário Oficial da União, 06 out. 2006.

Sampaio LR, Oliveira LC, Pires MF. Empatia, depressão, ansiedade e estresse em Profissionais de Saúde Brasileiros. Ciências Psicológicas [Internet]. 17 jul 2020 [citado 12 jan 2022]. Disponível em: https://doi.org/10.22235/cp.v14i2.2215

Meireles A. Dos R. et al. Estresse ocupacional da equipe de enfermagem de um serviço de atendimento móvel de urgência. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, v. 7, n. 3, p. 228–234, 2018. [citado 12 jan 2022]. Disponível em: http://revistafacesa.senaaires.com.br/index.php/revisa/article/viewFile/354/265

Matoso LM. O efeito da musicoterapia organizacional na redução do nível de estresse de profissionais da saúde de um hospital público [Dissertação Mestrado na Internet]. MOSSORÓ – RN: Universidade Federal Rural do Semi-Árido; 2018 [citado 15 jan 2022]. 145 p. Disponível em : https://repositorio.ufersa.edu.br/bitstream/prefix/1094/1/LeonardoMLM_DISSERT.pd

Carvalho AE, Frazão ID, Silva DM, Andrade MS, Vasconcelos SC, Aquino JM. Stress of nursing professionals working in pre-hospital care. Revista Brasileira de Enfermagem [Internet]. 2020 [citado 15 jan 2022];73(2). Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0660

Lipp, MEN (Org.). (2001). Pesquisas sobre stress no Brasil: Saúde, ocupações e grupos de risco. Campinas: Papirus

Nascimento LA dos S, Camargo RMP de, Barros PG de, Oliveira R de. AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE ESTRESSE DOS ENFERMEIROS ATUANTES NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA. Revista Uningá [Internet]. 2019 Mar 17;56 [citado 15 jan 2022](S2):41–57. Disponível em: https://revista.uninga.br/uninga/article/view/2076

Santos SVM dos, Silva LA da, Terra F de S, Souza AV de, Espindola FS, Marziale MHP, et al. Association of salivary alpha-amylase with anxiety and stress in nursing professionals. Revista Latino-Americana de Enfermagem. 2021;[citado 15 jan 2022]29.Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.4859.3468

Belancieri M de F, Bianco MHBC. Estresse e repercussões psicossomáticas em trabalhadores da área da enfermagem de um hospital universitário. Texto & contexto enferm [Internet]. 2004 [citado 15 jan 2022];124–31.Disponível em https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-458714

Publicado

2023-08-15

Como Citar

1.
Dalagnol AMK, Kwiatkowiski HS, Heinz MK, Socoloski T, Kohls M, Bizuti MR, Silva DTR e. Pet-saúde como ferramenta de identificação dos níveis de estresse nos profissionais da atenção primária em saúde. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 15 de agosto de 2023 [citado 2 de março de 2024];56(2):e-203175. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/203175

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share

Dados de financiamento

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)