Fatores genéticos que modulam concentrações de chumbo no organismo

Autores

  • Vania Braghini Rezende Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Jefferson H. Amaral Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • José Eduardo Tanus-Santos Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v42i3p341-349

Palavras-chave:

Polimorfismo Genético. Receptores de Vitamina D. Desidratase do Ácido Aminolevulínico.Chumbo.

Resumo

O chumbo (Pb) é um metal pesado muito tóxico, mesmo em baixas concentrações. Ainda não foi possível estabelecer uma concentração considerada "segura" para exposições. A toxicidade ao metal é atribuída principalmente a alterações enzimáticas, como a inibição da enzima delta aminolevulínico desidratase (ALAD) e à habilidade de competir com o cálcio. A absorção do chumbo se dá prinicpalmente através das vias respiratórias e gastrointestinal. Uma vez absorvido, o metal é encontrado no sangue, tecidos moles e mineralizados. Cerca de 99% do conteúdo absorvido é encontrado nos ossos, principal reservatório de chumbo. Aproximadamente 1% encontrase livre no plasma e disponível para atravessar membranas biológicas e promover os efeitos tóxicos. Apesar das medidas tomadas no sentido de diminuir as concentrações do metal na natureza, alguns indivíduos podem ser mais susceptíveis aos efeitos prejudiciais causados pela exposição ao chumbo. Fatores genéticos vem sendo estudados e associados a diferentes concentrações sanguíneas e plasmáticas do metal em indivíduos expostos. Portadores de diferentes genótipos podem experimentar maiores ou menores concentrações sanguíneas e plasmáticas de Pb. Reconhecer o indivíduo, ou grupo de indivíduos mais susceptíveis às altas concentrações de chumbo pode ser uma ferramenta útil na prevenção dos efeitos tóxicos do metal. O gene que codifica a ALAD e gene do Receptor da Vitamina D (VDR), os quais estão relacionados a toxicocinética do chumbo foram focos dessa revisão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vania Braghini Rezende, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Departamento de Farmacologia. Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Jefferson H. Amaral, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Departamento de Farmacologia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

José Eduardo Tanus-Santos, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Departamento de Farmacologia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Downloads

Publicado

2009-09-30

Como Citar

1.
Rezende VB, Amaral JH, Tanus-Santos JE. Fatores genéticos que modulam concentrações de chumbo no organismo. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 2009 [citado 27 de fevereiro de 2024];42(3):341-9. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/230

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)