SIMULAÇÃO: DEFINIÇÃO

Autores

  • Antonio Pazin Filho Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Sandro Scarpelini Departamento de Cirurgia e Anatomia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i2p162-166

Palavras-chave:

Simulação. Educação Médica. Aprendizagem Baseada em Problemas.

Resumo

A simulação é uma técnica de ensino que se fundamenta em princípios do ensino baseado em tarefas e se utiliza da reprodução parcial ou total destas tarefas em um modelo artificial, conceituado como simulador. Sua aplicação é relacionada, em geral, à atividades práticas, que envolvam habilidades manuais ou decisões. Historicamente se desenvolveu isoladamente em diversas áreas do conhecimento humano e apenas recentemente começa a ser sistematizada. Diversos estímulos, incluindo aspectos éticos e incentivo para formas mais elaboradas de avaliação, têm fomentado o desenvolvimento da simulação na área médica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Pazin Filho, Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Sandro Scarpelini, Departamento de Cirurgia e Anatomia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente. Departamento de Cirurgia e Anatomia. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2007-06-30

Como Citar

1.
Pazin Filho A, Scarpelini S. SIMULAÇÃO: DEFINIÇÃO. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de junho de 2007 [citado 20 de setembro de 2021];40(2):162-6. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/312

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>