UTILIZAÇÃO DE PACIENTES SIMULADOS NO ENSINO E NA AVALIAÇÃO DE HABILIDADES CLÍNICAS

Autores

  • Luiz Ernesto Almeida Troncon Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i2p180-191

Palavras-chave:

Simulação. Simulação de Pacientes. Pacientes Padronizados. Competência Clínica. Educação Médica.

Resumo

A utilização de pessoas normais desempenhando o papel de pacientes vem sendo feita há várias décadas no ensino e na avaliação de habilidades clínicas, como um meio de contornar os inconvenientes da utilização dos pacientes reais. No âmbito do ensino, o paciente simulado constitui um recurso complementar que pode anteceder a prática mais intensiva com que as atividades educacionais sejam desenvolvidas repetidamente com mais segurança e menor desgaste para os estudantes e os pacientes. Favorece, ainda, o aprendizado mais ativo, confere maior homogeneidade nas oportunidades de treinamento, permite repetições e facilita as correções dos defeitos na execução das tarefas com o paciente. No âmbito das avaliações, os pacientes simulados (padronizados) permitem a inserção nos exames das situações desejadas, no nível de complexidade apropriado, e que um grande número de examinandos seja avaliado nas mesmas condições, o que favorece o preenchimento dos requisitos de validade e de fidedignidade. Neste artigo, são apresentados conceitos educacionais pertinentes ao aprendizado das habilidades clínicas, um histórico sucinto do desenvolvimento das simulações empregando pessoas normais e as principais vantagens e desvantagens da utilização de pacientes reais e de pacientes simulados no ensino e na avaliação das habilidades clínicas. Alguns aspectos práticos do recrutamento, da seleção e do treinamento de pacientes simulados, baseados na experiência adquirida na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, são também apresentados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Ernesto Almeida Troncon, Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente. Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2007-06-30

Como Citar

1.
Troncon LEA. UTILIZAÇÃO DE PACIENTES SIMULADOS NO ENSINO E NA AVALIAÇÃO DE HABILIDADES CLÍNICAS. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de junho de 2007 [citado 7 de dezembro de 2022];40(2):180-91. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/315

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)