ESTUDO DA EFICÁCIA DE UM NOVO PRODUTO À BASE DE ÁLCOOL GEL UTILIZADO NA ANTI-SEPSIA EM UM SERVIÇO DE NEFROLOGIA

Autores

  • Geni Burg Universidade Federal de Santa Maria–UFSM.
  • Odete Portela Universidade Federal de Santa Maria–UFSM.
  • Gustavo Luiz Paraginski Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Viviane Souza
  • Djalma Dias Silveira Universidade Federal de Santa Maria – UFSM
  • Rosmari Hörner Universidade Federal de Santa Maria -UFSM

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i2p236-242

Palavras-chave:

Álcoois. Desinfecção. Anti-Sepsia. Hemodiálise. Infecção Hospitalar.

Resumo

A atenção à saúde é permanentemente desafiada pelas infecções relacionadas aos procedimentos assistenciais, que resultam no aumento da morbidade, mortalidade e custos operacionais. O álcool etílico possui propriedades antimicrobianas reconhecidas, capazes de eliminar os microrganismos mais freqüentemente envolvidos nas infecções em serviços de saúde. A maior desvantagem do álcool para a anti-sepsia da pele é seu efeito ressecante. Este estudo foi realizado na Clínica Renal de Santa Maria, RS, com o objetivo de avaliar a eficácia antiséptica de um novo produto à base de álcool gel (Biogel®), na tentativa de eliminar a necessidade da lavagem com água e sabão do braço com a Fístula Artério Venosa (FAV), dos pacientes submetidos à hemodiálise. A metodologia utilizada foi um estudo experimental do tipo “Ensaio Clínico Randomizado” realizado com onze pacientes ambulatoriais submetidos à hemodiálise nos meses de janeiro a fevereiro de 2005. Foi efetuada cultura da pele anterior e posterior ao procedimento da anti-sepsia, utilizando o álcool 70 % e o produto Biogel®, e avaliação da atividade antibacteriana do Biogel®, frente à bactérias gram-positivas e gram-negativas correspondentes à cepas nosocomiais isoladas de pacientes atendidos no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM). Os resultados mostraram igual desempenho dos dois métodos de anti-sepsia, apresentando uma atividade anti-séptica de 72,7%, e conferindo também atividade bactericida ao Biogel®, frente às cepas testadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geni Burg, Universidade Federal de Santa Maria–UFSM.

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Centro de Ciências Naturais e Exatas, Universidade Federal de Santa Maria–UFSM.

 

Odete Portela, Universidade Federal de Santa Maria–UFSM.

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Centro de Ciências Naturais e Exatas, Universidade Federal de Santa Maria–UFSM.

Gustavo Luiz Paraginski, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Viviane Souza

 

Farmacêutica–bioquímica. Laboratório Labdiagnósticos.

 

Djalma Dias Silveira, Universidade Federal de Santa Maria – UFSM

 

Docente. Departamento de Engenharia Química. Centro de Tecnologia, Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. 

 

Rosmari Hörner, Universidade Federal de Santa Maria -UFSM

Docente. Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas. Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal de Santa Maria -UFSM

Downloads

Publicado

2007-06-30

Como Citar

1.
Burg G, Portela O, Paraginski GL, Souza V, Silveira DD, Hörner R. ESTUDO DA EFICÁCIA DE UM NOVO PRODUTO À BASE DE ÁLCOOL GEL UTILIZADO NA ANTI-SEPSIA EM UM SERVIÇO DE NEFROLOGIA. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de junho de 2007 [citado 7 de dezembro de 2022];40(2):236-42. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/321

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share