TRATAMENTO NÃO OPERATÓRIO DO TRAUMA DE VÍSCERAS ABDOMINAIS PARENQUIMATOSAS

Autores

  • Gerson A. Pereira Júnior Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP
  • Júlia Batista Carvalho Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP
  • Geraldo S. Prado Neto Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP
  • Juliana R. Guedes Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i4p538-550

Palavras-chave:

Traumatismos Abdominais. Tratamento não Operatório. Fígado, lesões. Baço, lesões. Rim, lesões.

Resumo

O tratamento não operatório das lesões de órgãos parenquimatosos abdominais (fígado, baço e rins) em pacientes com estabilidade hemodinâmica tem se tornado o método de escolha na última década. A TC é indispensável para a adequada seleção do paciente e para excluir outras lesões que podem necessitar de laparotomia. As estratégias de tratamento não operatório consistem da observação clínica e monitorização cuidadosa com ou sem o uso adjunto da angiografia. A utilização disseminada de embolização angiográfica tem aumentado o número e o tipo de pacientes que podem ser tratados sem cirurgia. O aumento desta modalidade de tratamento não operatório é baseado nas baixas taxas de falha terapêutica relatado na maioria dos estudos. As taxas de sucesso do tratamento não operatório é maior de 90% para estas lesões. Este artigo de revisão discutirá os conceitos atuais no manuseio não operatório, incluindo o diagnóstico, a seleção dos pacientes, as estratégias utilizadas no tratamento não operatório, os benefícios, os riscos e as complicações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gerson A. Pereira Júnior, Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

 

Médico Assistente. Unidade de Emergência. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP. Docente. Emergências Médicas e Habilidades Cirúrgicas. Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP.

 

Júlia Batista Carvalho, Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

 

Médica. Residente de Clínica Médica. Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

 

Geraldo S. Prado Neto, Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

 

Doutorando. Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP. 

 

 

Juliana R. Guedes, Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP

 

Doutoranda. Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP.

 

Downloads

Publicado

2007-12-30

Como Citar

1.
Pereira Júnior GA, Carvalho JB, Prado Neto GS, Guedes JR. TRATAMENTO NÃO OPERATÓRIO DO TRAUMA DE VÍSCERAS ABDOMINAIS PARENQUIMATOSAS. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 2007 [citado 23 de outubro de 2021];40(4):538-50. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/350

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)