SIGNIFICAÇÕES ATRIBUÍDAS POR PORTADORES DE VISÃO MONOCULAR À PERDA VISUAL E CIRURGIA DE CATARATA

Autores

  • Roberta Ferrari Marback
  • Edméa R. Temporini
  • Otacílio O. Maia Júnior
  • Newton Kara-Júnior Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i4p576-581

Palavras-chave:

Visão Monocular. Catarata. Acuidade Visual. Percepção Visual. Pesquisa Qualitativa.

Resumo

Objetivo: Identificar percepções e significados referentes à perda visual de pacientes que apresentavam visão monocular e diagnóstico de catarata, com indicação cirúrgica, por comprometimento visual significativo. Métodos: Desenvolveu-se estudo qualitativo, por meio de entrevistas abertas, com 8 sujeitos identificados por Campanha da Catarata, realizada no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), em novembro de 2004.Resultados: Dos entrevistados, 4 eram do sexo feminino e 4 do sexo masculino, tendo a idade variado de 38 a 86 anos. Referiram atividades profissionais como responsáveis pela perda visual, apontaram dificuldades para conseguir o atendimento médico, manifestaram desconhecimento e crenças populares em relação ao próprio problema ocular e dificuldades encontradas no cotidiano em decorrência da doença. Conclusões: Foram identificados significados, percepções, sentimentos, reações e experiências relacionados à catarata e à perda visual. A ocorrência da catarata no único olho significou angústia e situação conflituosa relacionadas à perda da independência. A expectativa de voltar a enxergar mediante intervenção cirúrgica prendeu-se ao sentimento de ter uma vida “normal”, de sentir-se útil e do retorno ao mercado de trabalho. 

 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Roberta Ferrari Marback

     

    Psicóloga. Pós-graduanda (Nível Doutorado). 

     

  • Edméa R. Temporini

     

    Docente. Disciplina de Oftalmologia

  • Otacílio O. Maia Júnior

     

    Médico. Pós-graduando (Nível Doutorado).

  • Newton Kara-Júnior, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo

     

    Médico. Chefe do Setor de Catarata. Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo. Hospital das Clínicas da FMUSP.

Downloads

Publicado

2007-12-30

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

1.
Marback RF, Temporini ER, Maia Júnior OO, Kara-Júnior N. SIGNIFICAÇÕES ATRIBUÍDAS POR PORTADORES DE VISÃO MONOCULAR À PERDA VISUAL E CIRURGIA DE CATARATA. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de dezembro de 2007 [citado 20º de julho de 2024];40(4):576-81. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/354