GRUPO DE ORIENTAÇÃO CLÍNICO-NUTRICIONAL A FAMILIARES DE PORTADORES DE TRANSTORNOS ALIMENTARES: UMA EXPERIÊNCIA “GRATA”

Autores

  • Felícia Bighetti Universidade de Franca – UNIFRAN
  • José Ernesto Santos Departamento de Clinica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Rosane Pilot Pessa Ribeiro Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v39i3p410-414

Palavras-chave:

Transtornos da Alimentação. Assistência Familiar. Equipe Multidisciplinar.

Resumo

O tratamento dos transtornos alimentares deve envolver múltiplas abordagens do ponto de vista clínico, nutricional, psicológico e psiquiátrico desenvolvidas por uma equipe multi e interdisciplinar. Nesse contexto, o GRATA, ao longo de 20 anos como serviço especializado na assistência dessas doenças, vem se aprimorando e crescendo com o número de profissionais, o que possibilitou ampliar as modalidades de intervenção, oferecendo apoio e orientação para os familiares, além do próprio portador. Para tanto, organizou um grupo de pais e acompanhantes que se dividem em dois momentos: o primeiro coordenado por uma nutricionista e um médico, e o segundo coordenado por duas psicólogas, caracterizados como grupos abertos, realizados semanalmente com duração de uma hora cada e no dia do atendimento ambulatorial. Nesses quatro anos de experiência, evidenciou-se melhor adesão do paciente e família ao tratamento como um todo, com comparecimento médio de 8 pessoas por grupo. Na visão clíniconutricional, percebeu-se evolução mais favorável, além do reconhecimento e gratidão expressados ao se sentirem também cuidados. Por outro lado, a exigência de investimentos no bem-estar mental dos seus profissionais é de extrema importância e se dá por meio de treinamentos e incentivo ao resgate de recursos internos dos coordenadores e da equipe como um todo, que se reúne semanalmente para supervisão dos grupos, dos casos atendidos individualmente e da própria equipe. Apesar dos obstáculos enfrentados, inerentes a um tratamento tão complexo e desafiador, esses diversos olhares dos profissionais envolvidos têm possibilitado uma GRATA experiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felícia Bighetti, Universidade de Franca – UNIFRAN

 

Docente. Universidade de Franca – UNIFRAN. 

 

José Ernesto Santos, Departamento de Clinica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente. Divisão de Nutrologia. Departamento de Clinica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Rosane Pilot Pessa Ribeiro, Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente. Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2006-09-30

Como Citar

1.
Bighetti F, Santos JE, Ribeiro RPP. GRUPO DE ORIENTAÇÃO CLÍNICO-NUTRICIONAL A FAMILIARES DE PORTADORES DE TRANSTORNOS ALIMENTARES: UMA EXPERIÊNCIA “GRATA”. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 2006 [citado 31 de julho de 2021];39(3):410-4. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/397

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)