Prevalência de infecções urinárias em pacientes atendidos pelo sistema único de saúde e sua suscetibilidade aos antimicrobianos

Autores

  • Mariana Casteleti Beraldo-Massoli Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal
  • Caroline Peters Pigatto Nardi Instituto Federal de São Paulo, Campus Avançado de Matão
  • Lilian Cristina Makino Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal (Caunesp)
  • Ruben Pablo Schocken-Iturrino Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v45i3p318-321

Palavras-chave:

Urina. Resistência Microbiana a Antibióticos. Relações Hospedeiro-Patógeno

Resumo

As infecções do trato urinário são comuns tanto nosocomial quanto na comunidade. As principaisbactérias comumente envolvidas são bastonetes Gram-negativos ou cocos Gram- positivos. Tratamentos inadequados destas infecções agravam o problema de resistência antimicrobiana. O presentetrabalho teve como objetivo determinar a frequência dos patógenos causadores de infecção urinária empacientes atendidos em postos de saúde da região de Jaboticabal, SP, no período de janeiro a abril de2009, bem como conhecer o perfil de suscetibilidade antimicrobiana das espécies bacterianas isoladas. Foram analisadas 84 uroculturas positivas nos meios CLED e MacConkey e, de acordo com ascaracterísticas morfológicas, as mesmas foram identificadas por provas bioquímicas direcionadas. Asmulheres apresentaram-se mais susceptíveis às infecções do trato urinário em 88% das amostras. AEscherichia coli foi a bactéria predominante em 62% das amostras, seguida de Enterobacter sp. (9%),Klebsiella pneumoniae, Staphylococcus saprophyticus e Staphylococcus sp com 6% cada, Proteusmirabilis (5%), Streptococcus sp (2,4%), Staphylococcus aureus e Streptococcus do grupo D com 1,2%cada e Klebsiella oxytoca com 1%. A faixa etária de pacientes mais acometidos foi a de 13 a 40 anoscorrespondendo a 43% dos pacientes com infecção do trato urinário (ITU) atendidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Casteleti Beraldo-Massoli, Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal

Doutoranda em microbiologia, Faculdade de Ciencias Agráriase Veterinárias, Universidade Estadual Paulista,  UNESP Campus Jaboticabal.

Caroline Peters Pigatto Nardi, Instituto Federal de São Paulo, Campus Avançado de Matão

Pós doutoranda e Professora do Instituto Federal de São Paulo, Campus Avançado de Matão.

Lilian Cristina Makino, Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal (Caunesp)

Pós doutoranda em aqüicultura pelo Centro de aqüicultura da Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal (Caunesp).

Ruben Pablo Schocken-Iturrino, Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal.

Professor Titular da Faculdade de Ciencias Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, UNESP Campus Jaboticabal.

Downloads

Publicado

2012-09-30

Como Citar

1.
Beraldo-Massoli MC, Nardi CPP, Makino LC, Schocken-Iturrino RP. Prevalência de infecções urinárias em pacientes atendidos pelo sistema único de saúde e sua suscetibilidade aos antimicrobianos. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 2012 [citado 2 de março de 2024];45(3):318-21. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/47665

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share