Edema pulmonar agudo

Autores

  • Renato Barroso Pereira Castro Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v36i2/4p200-204

Palavras-chave:

Edema Pulmonar Agudo. Insuficiência Respiratória Aguda.

Resumo

São revistos os conceitos fisiopatológicos, diagnósticos e terapêuticos do edema pulmonar agudo, com ênfase na etiologia cardiológica. O acúmulo de líquido, no espaço intersticial pulmonar, respeita a dinâmica observada em qualquer outro território e se faz, inicialmente, no espaço peribronquiolar e, posteriormente, na região perialveolar inundando, a seguir, a própria luz do alvéolo. A integridade da membrana alveolocapilar é fator fundamental e está mais ou menos comprometida, segundo a etiologia do edema. O diagnóstico é essencialmente clínico, mas a investigação adicional , por recursos diagnósticos vários, é fundamental. A terapêutica fundamenta-se no fornecimento de oxigênio em níveis suficientes, ao mesmo tempo em que se promove a normalização da função de hematose, reduzindo-se o líquido acumulado no interstício e restaurando-se a integridade da barreira alveolocapilar. O pronto reconhecimento e o início do tratamento são fundamentais na tentativa de reduzirmos o prognóstico ominoso dessa entidade clínica.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Renato Barroso Pereira Castro, Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP

    Médico Assistente. Divisão de Cardiologia. Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP

Downloads

Publicado

2003-12-30

Edição

Seção

Cardiológicas

Como Citar

1.
Castro RBP. Edema pulmonar agudo. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de dezembro de 2003 [citado 24º de maio de 2024];36(2/4):200-4. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/548