Freqüência dos antígenos de histocompatibilidade na população normal da região nordeste do estado de são Paulo Brasil

Autores

  • Eduardo A. Donadi Departamento de Clínica Médica da Divisão de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Luís Maurício Silva Departamento de Genética do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco, UFP
  • Cássia M. Paula Santos Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Rubens D. Silveira Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Neifi H.S. Deghaide Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Agenor S. Ferraz Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Júlio C. Voltarelli Departamento de Clínica Médica da Divisão de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v33i1p19-26

Palavras-chave:

Antígenos HLA. Sorologia. Antígenos de Histocompatibilidade Classe I. Antígenos de Histocompatibilidade Classe II.

Resumo

Modelo de estudo: estudo de prevalência. Objetivos: avaliação das freqüências dos antígenos de histocompatibilidade de classe I (HLA-A, -B e -C) e de classe II (HLA-DR e -DQ) na população de indivíduos saudáveis da região nordeste do Estado de São Paulo. Metodologia: foram estudados três grupos de indivíduos saudáveis, o de funcionários do Hospital de Clínicas e da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, o de doadores do Banco de Sangue local e o de doadores cadáveres de órgãos sólidos do São Paulo Interior Transplante. Os antígenos HLA foram tipificados, utilizando-se método de microlinfocitotoxicidade-dependente de complemento. Resultados: as freqüências dos antígenos de histocompatibilidade de classe I ou II, usualmente detectados entre os três grupos estudados, foram semelhantes. Conclusões: as populações de indivíduos saudáveis estudadas refletem adequadamente o perfil imunogenético da população da região nordeste do Estado de São Paulo, podendo esses dados ser utilizados para estudos de seleção de doadores em transplantes, e, também, naqueles de associação com doenças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo A. Donadi, Departamento de Clínica Médica da Divisão de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Docente do Departamento de Clínica Médica da Divisão de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

Luís Maurício Silva, Departamento de Genética do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco, UFP

Docente do Departamento de Genética do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco, UFP

Cássia M. Paula Santos, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

Técnico especializado da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo -  FMRP/USP 

 

 

Rubens D. Silveira, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Técnico especializado do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

 

Neifi H.S. Deghaide, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Técnico especializado do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

 

Agenor S. Ferraz, Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Docente do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP.

 

Júlio C. Voltarelli, Departamento de Clínica Médica da Divisão de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Docente do Departamento de Clínica Médica da Divisão de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

Downloads

Publicado

2000-03-30

Como Citar

1.
Donadi EA, Silva LM, Santos CMP, Silveira RD, Deghaide NH, Ferraz AS, Voltarelli JC. Freqüência dos antígenos de histocompatibilidade na população normal da região nordeste do estado de são Paulo Brasil. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de março de 2000 [citado 30 de junho de 2022];33(1):19-26. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/6504

Edição

Seção

Simpósio: Associação do Sistema HLA com Doenças no Brasil
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>