Tratamento hospitalar das cefaléias

Autores

  • Carlos Alberto Bordini Departamento de Neurologia, Psiquiatria e Psicologia Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - Campus Universitário

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v30i4p472-475

Palavras-chave:

Cefaléia. Pacientes Internados.

Resumo

O tratamento das cefaléias, principalmente das crônicas, é ambulatorial. Por vezes, contudo, são necessárias medidas de emergência ou mesmo a internação do paciente. Os critérios para se tomarem essas condutas são revistos no presente trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Bordini, Departamento de Neurologia, Psiquiatria e Psicologia Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - Campus Universitário

Mestre e Doutor em Neurologia - Responsável pelo Ambulatório de Cefaléia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

1997-12-30

Como Citar

1.
Bordini CA. Tratamento hospitalar das cefaléias. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 1997 [citado 2 de agosto de 2021];30(4):472-5. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/6801

Edição

Seção

Simpósio: Cefaléia
Bookmark and Share