Terapia nutricional no paciente criticamente enfermo

Autores

  • Jussara Fialho Ferreira Côrtes
  • Sandra Lúcia Fernandes
  • Isolda Prado de Negreiros Nogueira-Maduro
  • Anibal Basile Filho
  • Vivian M. M. Suen Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • José Ernesto Santos Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Hélio Vannucchi Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Júlio Sérgio Marchini Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v36i2/4p394-398

Palavras-chave:

Avaliação Nutricional. Estado Nutricional. Apoio Nutricional. Nutrição Enteral. Nutrição Parenteral. Estado Terminal.

Resumo

A Terapia Nutricional tem tido grande impacto na evolução do paciente grave. Sua escolha e manuseio, no entanto, têm sido alvo de dúvidas e erros freqüentes, principalmente no paciente crítico. A escolha da terapia nutricional a ser realizada, bem como sua via de administração deve levar em conta o quadro clínico e as condições gerais do paciente. A via oral/enteral de oferta de nutrientes, mais fisiológica, é a preferível. Portanto, sempre que possível, deve-se utilizar o trato gastrointestinal. Quando este não puder ser utilizado, a via parenteral está indicada, tanto no sentido de suplementar a nutrição enteral, como quando esta não consegue suprir toda a demanda de nutrientes, de que o paciente necessita. Esta revisão tem por objetivo apresentar e difundir a condução da terapia nutricional no paciente crítico, de forma prática e adequada. De maneira geral, a oferta calórica deverá atender às necessidades basais do paciente e a protéica fornecer material plástico para síntese protéica. Minerais, vitaminas e água deverão ser ajustados às necessidades e ao quadro clínico do paciente em questão.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Jussara Fialho Ferreira Côrtes

     

    Médica residente da Divisão de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica.

  • Sandra Lúcia Fernandes

    Médica residente da Divisão de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica.

  • Isolda Prado de Negreiros Nogueira-Maduro

     

    Médica nutróloga, Pós-graduanda.

  • Anibal Basile Filho

     

    Docente da Disciplina de Terapia Intensiva do Departamento de Cirurgia e Anatomia

     

  • Vivian M. M. Suen, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

     

    Docente da Divisão de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

     

  • José Ernesto Santos, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

    Docente da Divisão de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

  • Hélio Vannucchi, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

    Docente da Divisão de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

  • Júlio Sérgio Marchini, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

    Docente da Divisão de Nutrologia do Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Downloads

Publicado

2003-12-30

Edição

Seção

Endócrinas, Metabólicas e Nutricionais

Como Citar

1.
Côrtes JFF, Fernandes SL, Nogueira-Maduro IP de N, Basile Filho A, Suen VMM, Santos JE, et al. Terapia nutricional no paciente criticamente enfermo. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de dezembro de 2003 [citado 16º de abril de 2024];36(2/4):394-8. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/749