Prevenção da AIDS entre estudantes universitátrios

existe influência dos pares?

Autores

  • Antonio Carlos Gil
  • Edmea Rita Temporini Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo -FMRP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v33i2p147-154

Palavras-chave:

Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. Prevenção & Controle. Risco. Estudantes.

Resumo

Modelo do estudo: Transversal analítico. Objetivo do estudo: Verificar percepções de estudantes da Grande São Paulo acerca de comportamentos de risco assumidos por seus pares, grau de risco dos colegas de contrair aids, sua competência para usar preservativo e situações em que aceitam a influência de seus pares na prevenção da aids. Metodologia: Foi elaborado um questionário auto-aplicável, após estudo exploratório. A amostra foi constituída por 1039 estudantes universitários, solteiros, de instituições particulares de ensino da Região da Grande São Paulo, obtida por critério de conveniência. Resultados: Em relação a comportamentos de risco assumidos por colegas, 56,2% dos homens e 56,4% das mulheres referem uso eventual de preservativo. Sexo com muitos parceiros foi admitido por 12,2% dos homens e 5,7% das mulheres. Quanto ao proprio risco de contrair aids, foi baixo o grau de percepção e menos acentuado entre as mulheres. Conclusões: Apesar de reconhecerem o uso de preservativo pelos pares a fim de evitar a aids, parece haver alguma incoerência nas percepções próprias acerca dos riscos de contrair aids, e nas dos colegas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Carlos Gil

 

Doutor em Ciências Sociais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo e em Saúde Pública, Universidade de São Paulo - USP.

Edmea Rita Temporini, Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo -FMRP/USP

Livre-Docente da Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo -FMRP/USP. Assessora de Pesquisa. Disciplina de Oftalmologia, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

Downloads

Publicado

2000-06-30

Como Citar

1.
Gil AC, Temporini ER. Prevenção da AIDS entre estudantes universitátrios: existe influência dos pares?. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de junho de 2000 [citado 21 de janeiro de 2022];33(2):147-54. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/7670

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share