Sistema de oscilometria de impulso em pediatria: revisão de literatura

Autores

  • Maíra S. de Assumpção Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Renata M. Gonçalves Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)
  • Letícia G. Ferreira Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Camila I.S. Schivinski Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v47i2p131-142

Palavras-chave:

Oscilometria. Valores de Referência, Criança, Testes de Função Respiratória.

Resumo

Introdução: a oscilometria de impulso (IOS) é considerado um método de avaliação da mecânica respiratória, e por ser não invasivo, vem sendo crescentemente indicado na assistência e investigação do paciente pediátrico. Estudos tem tido como interesse a determinação de valores de referência e a verificação da relação do IOS com outros métodos de avaliação respiratória. 

Objetivo: Apresentar uma atualização da literatura quanto ao sistema, critérios técnicos e interpretação de dados, bem como, a relação do sistema com outros métodos de avaliação respiratória e sua aplicabilidade clínica.

Método: revisão bibliográfica com consulta nas bases de dados MEDLINE/PubMed e Ebsco, utilizando as palavras-chaves: “impulse oscillometry”, “reference values” e “child”. Considerou-se todo material com informações sobre o equipamento, suas indicações e aplicação como instrumento de avaliação em diferentes situações clínicas.

Resultados: foram identificados 45 documentos, sendo 41 ensaios clínicos e 4 revisões, complementados com 20 trabalhos: 1 guideline, 1 manual sobre o equipamento e 18 artigos referentes ao tema. Esse material foi caracterizado por abordar o equipamento, seus parâmetros de avaliação, técnica de execução e posicionamento do paciente durante o exame, critérios de aceitabilidade e reprodutibilidade e interpretação dos dados obtidos. São várias as publicações dessa ferramenta na avaliação da mecânica respiratória de disfunções como asma e fibrose cística e geração de valores de referência em crianças saudáveis.

Conclusão: o IOS é um recurso relativamente novo, cuja indicação em pediatria
tem sido crescente, mas que ainda carece investigações, tanto técnicas quanto clínicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maíra S. de Assumpção, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Fisioterapeuta, Mestranda do programa de Pós-graduação em
Fisioterapia. Departamento de Fisioterapia da Universidade do
Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis-SC/ Brasil

Renata M. Gonçalves, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC)

Fisioterapeuta, Mestranda do programa de Pós-graduação em
Fisioterapia. Departamento de Fisioterapia da Universidade do
Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis-SC/ Brasil

Letícia G. Ferreira, Universidade do Estado de Santa Catarina

Fisioterapeuta. Departamento de Fisioterapia, Universidade do Estado de Santa Catarina

Camila I.S. Schivinski, Universidade Estadual de Campinas

Fisioterapeuta, Doutora em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Professora efetiva do curso de graduação e pós-graduação em Fisioterapia da UDESC, Florianópolis-SC/ Brasil.

Downloads

Publicado

2014-06-30

Como Citar

1.
Assumpção MS de, Gonçalves RM, Ferreira LG, Schivinski CI. Sistema de oscilometria de impulso em pediatria: revisão de literatura. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de junho de 2014 [citado 26 de novembro de 2022];47(2):131-42. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/84559

Edição

Seção

Artigo de Revisão
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)