Taxa de resposta à vacinação para vírus B em Unidade de Terapia Renal Substitutiva na Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa. Análise da idade e do diabetes mellitus como fator de risco

Autores

  • Tayza Katelline Danilau Ostroski Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Camila Gabriella da Costa Belonci Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Gilberto Baroni Baroni Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Adriana de Fátima Menegat Schuinski Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v48i2p175-180

Palavras-chave:

Vírus da Hepatite B, Soroconversão, Hemodiálise, Diálise Peritoneal, Insuficiência Renal Crônica.

Resumo

Introdução: O rim é um dos órgãos responsáveis pela homeostase. Quando este processo falha os pacientes com insuficiência renal crônica são submetidos à terapia renal substitutiva. Vários problemas são relacionados à esta condição, dentre eles citamos diferenças na taxa de soroconversão da vacina para o vírus da hepatite B no qual está baseado este estudo. Objetivo: Verificar a prevalência da taxa de soroconversão para a vacina de hepatite B em pacientes com doença renal crônica e a relação com a perda de imunidade destes doentes. Métodos: Estudo retrospectivo, realizado na Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, que inclui pacientes em diálise e levantamento dos dados epidemiológicos que permitam analisar os fatores que influenciam na taxa de soroconversão da vacina para hepatite B. Resultado: Foram incluídos no estudo 211 pacientes nos anos de 2011 e 2012. Aproximadamente 2/3 dos pacientes apresentavam baixa ou nenhuma resposta à vacinação. Os fatores de risco idade e diabetes mellitus foram analisados como possíveis causas para a baixa taxa de soroconversão. Conclusão: Pacientes com diabetes mellitus e idade maior que 60 anos apresentaram menor resposta à vacina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tayza Katelline Danilau Ostroski, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Acadêmica de Medicina do 6º ano da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); PR - Brasil

Camila Gabriella da Costa Belonci, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Acadêmica de Medicina do 6º ano da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); PR - Brasil

Gilberto Baroni Baroni, Universidade Estadual de Ponta Grossa

MD, Nefrologista, Professor assistente da disciplina de Clínica Médica na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) - Ponta Grossa (PR), Brasil; Mestre em cirurgia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC) - Curitiba, Brasil.

Adriana de Fátima Menegat Schuinski, Universidade Estadual de Ponta Grossa

MD, Nefrologista, Professora assistente da disciplina de Clínica Médica na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) - Ponta Grossa (PR), Brasil; Mestre em cirurgia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC) - Curitiba, Brasil.

Downloads

Publicado

2015-04-26

Como Citar

1.
Ostroski TKD, Belonci CG da C, Baroni GB, Schuinski A de FM. Taxa de resposta à vacinação para vírus B em Unidade de Terapia Renal Substitutiva na Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa. Análise da idade e do diabetes mellitus como fator de risco. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 26 de abril de 2015 [citado 25 de fevereiro de 2024];48(2):175-80. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/99752

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share