Fatores associados à evasão de discentes de um curso de Terapia Ocupacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v29i2p111-119

Palavras-chave:

Evasão Escolar, Educação Superior, Terapia Ocupacional, Estudantes

Resumo

A evasão estudantil é o desligamento permanente do discente do seu curso de origem antes de concluí-lo e se trata de um fenômeno multifatorial, pois pode estar associada a fatores pessoais e a fatores internos e externos à instituição. Essa pesquisa objetivou identificar e compreender os fatores associados à evasão do curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraíba. Aplicou-se um questionário semiestruturado com os discentes evadidos que aceitaram participar da pesquisa. Os dados das respostas às questões fechadas forneceram um panorama geral dessa evasão, e as respostas às questões abertas foram sistematizadas em categorias referentes aos posicionamentos dos discentes sobre o fenômeno. Verificou-se a multifatorialidade da evasão do curso, com predominância dos fatores pessoais, sendo a falta de identificação com o curso, o interesse por outra profissão e o desconhecimento sobre o curso os fatores mais apontados, seguidos pelos auxílios estudantis insatisfatórios. Desta forma, deve-se priorizar o investimento no conhecimento da profissão pela sociedade, no acompanhamento vocacional antes e depois do ingresso na universidade e desenvolver ações de luta pela melhoria da estrutura e do funcionamento do curso e da instituição e das condições de assistência e permanência estudantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Brunna Emannuelly Nóbrega da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Acadêmica de Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraíba.

Marília Meyer Bregalda, Universidade Federal da Paraíba

Terapeuta Ocupacional, Professora adjunta do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal da Paraíba.

Downloads

Publicado

2018-12-31

Como Citar

Silva, B. E. N. da, & Bregalda, M. M. (2018). Fatores associados à evasão de discentes de um curso de Terapia Ocupacional. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 29(2), 111-119. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v29i2p111-119

Edição

Seção

Artigo Original