Stanislávski: um iluminista no coração de outubro

Autores

  • Diego Moschkovich Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-4765.rus.2016.122886

Palavras-chave:

Stanislávski, Teatro Russo, Cultura Russa, Revolução de Outubro.

Resumo

Konstantin Serguéievitch Stanis-lávski (1863 – 1938) é considerado o mais importante diretor de teatro da Rússia no século XX, assim como um dos mais importantes do mundo. Nascido em Moscou apenas dois anos após a libertação dos servos da gleba (1861), Stanislávski tornou-se, durante o século XX, o modelo e o inspirador das artes cênicas russas, tendo sido inclusive seu Sistema de interpre-tação considerado como o Sistema padrão de todas as escolas de formação teatral na URSS. Filho de uma das famílias industriais mais abas-tadas do Império Russo, Stanislávski dedica sua vida ao teatro e, paradoxalmente, termina como símbolo máximo do teatro de um país auto-in-titulado como “ditadura do proletariado”. Tendo em vista a frutífera vida teatral de Stanislávski, o volume e a importância real de suas pes-quisas para o desenvolvimento da arte cênica contemporânea, este artigo busca investigar a relação direta entre Konstantin Stanislávski e os primeiros anos da Revolução de Outubro (1917 – 1920), para tentar compreender parte do processo de reconhecimento de Stanislávs-ki pelo Poder Soviético, apesar de sua origem burguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Moschkovich, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Bacharel em Artes Cênicas no Leningráski Gosudárstvenni Institut Teatra, Múziki i Kino (LGITMiK, Rússia),  mestrando no Programa de Pós-Graduação em Literatura e Cultura Russa, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP)

Downloads

Publicado

2016-12-13

Como Citar

Moschkovich, D. (2016). Stanislávski: um iluminista no coração de outubro. RUS (São Paulo), 7(8), 79-92. https://doi.org/10.11606/issn.2317-4765.rus.2016.122886

Edição

Seção

Artigos