PROSA DE FICÇÃO E APELOS TEATRAIS: MANUEL DA FONSECA, JOSÉ LUANDINO VIEIRA, MIA COUTO, GUIMARÃES ROSA

Autores

  • Maria Aparecida Santilli Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i9.50040

Palavras-chave:

literatura e artes cênicas, literaturas em língua portuguesa, Manuel da Fonseca, Luandino Vieira, Mia Couto, Guimarães Rosa

Resumo

DESDE QUE AS CONVENÇÕES CLÁSSICAS SOBRE OS CÂNONES DO DISCURSO COMEÇARAM A SER MAIS LARGAMENTE DESCUMPRIDAS, CONFUNDIRAM-SE TAMBÉM AS FRONTEIRAS DOS GÊNEROS LITERÁRIOS. NESSE SENTIDO, O PRESENTE TRABALHO ANALISA ALGUNS CONTOS DA PRODUÇÃO LITERÁRIA EM LÍNGUA PORTUGUESA OS QUAIS, PRÓDIGOS EM RECURSOS CÊNICOS OU EM OUTRAS LINGUAGENS VISUALIZÁVEIS, ENGENDRAM, COM SUAS HISTÓRIAS, EMBRIÕES DE ESPETÁCULOS, QUE DEMANDARIAM UM ESPAÇO COMO O PALCO OU A TELA PARA CONSUMAR SUA PLENITUDE POTENCIAL DE SENTIDO.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-06-17

Como Citar

Santilli, M. A. (2006). PROSA DE FICÇÃO E APELOS TEATRAIS: MANUEL DA FONSECA, JOSÉ LUANDINO VIEIRA, MIA COUTO, GUIMARÃES ROSA. Via Atlântica, 7(1), 63-70. https://doi.org/10.11606/va.v0i9.50040

Edição

Seção

Dossiê 09: Mesclas discursivas, plurilinguismo e fronteiras culturais: Guimarães Rosa, Luandino Vieira e Mia Couto

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.