DA MELANCOLIA EM PADRE ANTÔNIO VIEIRA E MACHADO DE ASSIS

Autores

  • Ana Lúcia Liberato Tettamanzy Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i12.50178

Palavras-chave:

Antônio Vieira, Machado de Assis, melancolia

Resumo

A MELANCOLIA TRADUZ SINGULARIDADES HISTÓRICO-CULTURAIS DE PORTUGUESES E BRASILEIROS. EM SERMÕES DE VIEIRA, TRADUZ-SE POR UMA “ERRÂNCIA MENTAL E FÍSICA”, SINAL DA NEGATIVIDADE DO ESPÍRITO PORTUGUÊS, PRESO A UM TEMPO ESTAGNADO E RESISTENTE AO BRILHO ALHEIO. EM CONTOS DE MACHADO DE ASSIS, PERSONAGENS INERTES E INVEJOSAS MANIFESTAM TANTO A INCONSTÂNCIA DA MORAL COMO A FIXIDEZ DO TEMPO MELANCÓLICO.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-21

Como Citar

Tettamanzy, A. L. L. (2007). DA MELANCOLIA EM PADRE ANTÔNIO VIEIRA E MACHADO DE ASSIS. Via Atlântica, 8(2), 195-208. https://doi.org/10.11606/va.v0i12.50178