LER O ‘SUL’ EM VIAGEM: DUAS EPISTEMOLOGIAS LITERÁRIAS DO SUL GLOBAL EM HINYAMBAAN E EM UM ESTRANHO EM GOA

Autores

  • Sheila Khan Machester University / Projecto Nação e Narrativa Pós-Colonial (Universidade Técnica de Lisboa)

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i17.50530

Palavras-chave:

modernidade, colonialidade, sociologia das ausências, ecologia de saberes, epistemologias do sul

Resumo

O PRESENTE ENSAIO ANALISA COMO AS DESLOCAÇÕES E AS VIAGENS SÃO CRIADORAS DE MOVIMENTOS NO SENTIDO CENTRO/PERIFERIA, URBANO/RURAL, LOCAL/GLOBAL, PARTINDO DA LEITURA ANALÍTICA DE DOIS ROMANCES DAS LITERATURAS AFRICANAS DE LÍNGUA PORTUGUESA. ASSIM, O CORPUS LITERÁRIO E SUAS PREOCUPAÇÕES TEMÁTICAS SÃO PENSADOS À LUZ DAS CONTRIBUIÇÕES DA CRÍTICA TEÓRICA E METODOLÓLOGICA AO MODELO DE RACIONALIDADE OCIDENTAL: PRIMEIRO PELA SOCIOLOGIA DAS AUSÊNCIAS, E, SEGUNDO, PELA ECOLOGIA DE SABERES, COMO ENFOQUES REPRESENTATIVOS DO NOVO PARADIGMA DE TRABALHO, DESIGNADO POR EPISTEMOLOGIAS DO SUL.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2010-06-28

Edição

Seção

Dossiê 17: nação e narrativa pós-colonial

Como Citar

KHAN, Sheila. LER O ‘SUL’ EM VIAGEM: DUAS EPISTEMOLOGIAS LITERÁRIAS DO SUL GLOBAL EM HINYAMBAAN E EM UM ESTRANHO EM GOA. Via Atlântica, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 29–42, 2010. DOI: 10.11606/va.v0i17.50530. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/viaatlantica/article/view/50530.. Acesso em: 13 abr. 2024.