A FORMAÇÃO DA IDEIA DE NAÇÃO NOS JOGOS DE REESCRITA DO PASSADO COLONIAL EM A GLORIOSA FAMÍLIA E O OUTRO PÉ DA SEREIA

Autores

  • Kamila Krakowska Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.11606/va.v0i17.50533

Palavras-chave:

Pepetela, Mia Couto, história, reescrita, nação, pós-colonialismo

Resumo

ESTE ENSAIO ANALISA A CONSTRUÇÃO DA IDEIA DE NAÇÃO ATRAVÉS DA REESCRITA DO PASSADO COLONIAL EM DOIS ROMANCES LUSO-AFRICANOS CONTEMPORÂNEOS: A GLORIOSA FAMÍLIA, DE PEPETELA, E O OUTRO PÉ DA SEREIA, DE MIA COUTO. A ESTRATÉGIA DE REESCRITA ESTÁ PRESENTE EM VÁRIOS NÍVEIS DOS TEXTOS, COM O INTUITO DE DESCONSTRUIR AS NARRATIVAS OFICIAIS DO COLONIALISMO. NESTE TRABALHO, TAIS “JOGOS DE HISTÓRIA” SÃO ESTUDADOS À LUZ DA TEORIA DE JOGOS DE LINGUAGEM DE LUDWIG WITTGENSTEIN.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-28

Como Citar

Krakowska, K. (2010). A FORMAÇÃO DA IDEIA DE NAÇÃO NOS JOGOS DE REESCRITA DO PASSADO COLONIAL EM A GLORIOSA FAMÍLIA E O OUTRO PÉ DA SEREIA. Via Atlântica, 11(1), 57-68. https://doi.org/10.11606/va.v0i17.50533

Edição

Seção

Dossiê 17: nação e narrativa pós-colonial