A subjetivação da identidade da criança em cenografias publicitárias

Autores

  • Érika de Moraes Universidade Estadual Paulista, Bauru, São Paulo, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v17i2p619-640

Palavras-chave:

Identidade. Criança. Publicidade. Discurso. Cenografias.

Resumo

Este artigo discute a identidade da criança a partir da publicidade, sob o prisma da Análise do Discurso de linha francesa, que considera as condições históricas de produção como intrinsecamente vinculadas aos discursos que circulam em uma determinada época. Para tanto, retoma uma propaganda de 1999 (de anúncio publicado na Revista Veja Kid+) e propõe uma análise de anúncios atuais (2015) veiculados na revista Vogue Kids, com base em suas cenografias. Assim, é possível investigar quais marcas discursivas se renovam e quais se mantêm no que se refere à construção da identidade da criança nos anúncios publicitários, por meio de um recorte histórico, permitindo localizar os discursos predominantes a respeito dessa identidade na história recente.

Biografia do Autor

Érika de Moraes, Universidade Estadual Paulista, Bauru, São Paulo, Brasil

Docente do Departamento de Ciências Humanas da Faac, Unesp de Bauru. Doutora em Linguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas, IEL/Unicamp, com ênfase em Análise do Discurso de linha francesa. 

Referências

Ariès P. História social da criança e da família. 2ª ed. Rio de Janeiro, LTC, 1981.

Authier-Revuz J. Heterogeneidade(s) enunciativa(s). In: Orlandi EP, Geraldi JW, organizadores. Caderno de Estudos Linguísticos. Celene M. Cruz e João Wanderley Geraldi, tradutores. Campinas, IEL/Unicamp, V.19, jul/dez. 1990 [1982].

Caparelli S. Televisão, programas infantis e a criança. In: Zilberman R, organizadora. A produção cultural para a criança. Porto Alegre: Mercado Aberto, 4ª ed., 1990.

Diário Gaúcho. MP vai investigar grife de Luciano Huck por camiseta que incentivaria pedofilia. Publicada em 05 mar. 2015. [citado em mar. 2015]. Disponível em: http://migre.me/oUcOH

Fischer RMB. Mídia, estratégias de linguagem e produção de sujeitos. In: Candau VM, organizadora. Linguagens, espaços e tempos no ensinar e aprender. Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (ENDIPE). Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

Maingueneau D. Gêneses do discurso. Bruxelles: P. Mardaga. Sírio Possenti, tradutor. Curitiba (PR): Criar Edições: 2005a. [1984].

Maingueneau D. Ethos, cenografia, incorporação. In: Amossy R. Imagens de si no discurso. São Paulo (SP): Editora Contexto, 2005b.

Maingueneau D. Cenas da enunciação. Sírio Possenti e Maria Cecília Perez de Souza-e-Silva, organizadores. Curitiba: Criar, 2006.

Moraes E. O imaginário da criança no discurso jornalístico: uma análise da Revista Veja Kid+ [dissertação]. Campinas (SP): Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, 2002.

Moreno M. Como se ensina a ser menina – o sexismo na escola. Campinas: Unicamp/Moderna, 1999.

Pêcheux M. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Unicamp, 1990 [1975].

Pereira RMR et al. Ladrões de sonhos e sabonetes: sobre os modos de subjetivação da infância na cultura do consumo. In: Souza SJ, organizadora. Subjetividade em questão: a infância como crítica da cultura. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2000.

Priore MD, organizadora. História das crianças no Brasil. São Paulo: Contexto, 1999.

Portal de notícias Bol. Justiça determina recolhimento de Vogue Kids com ensaio sensual de crianças. Publicada em 13 set. 2014. [citado em mar. 2015]. Disponível em: http://zip.net/bnpx2j

Saleh N. O desafio de educar meninas. Revista Crescer. [citado em mar. 2015]. Disponível em: http://revistacrescer.globo.com/Criancas/Comportamento/noticia/2015/03/o-desafio-de-educar-meninas.html

Souza SJ. Infância, violência e consumo. In: Souza SJ (org.). Subjetividade em questão: a infância como crítica da cultura. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2000.

Downloads

Publicado

2016-04-07

Como Citar

Moraes, Érika de. (2016). A subjetivação da identidade da criança em cenografias publicitárias. Filologia E Linguística Portuguesa, 17(2), 619-640. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v17i2p619-640

Edição

Seção

Artigos