As denominações da crise econômica mundial no entrecruzamento da Economia e da Medicina

  • Ieda Maria Alves Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Neologismo. Crise econômica mundial. Medicina. Metáfora.

Resumo

Este trabalho apresenta alguns resultados referentes ao desenvolvimento do Projeto Valores culturais e didáticos na metáfora de especialidade: as múltiplas imagens da crise econômica mundial na imprensa escrita, que está sendo desenvolvido no âmbito do Programa Capes-DGPU, um programa de cooperação estabelecido entre o Brasil e a Espanha com a finalidade de apoiar o intercâmbio e a pesquisa entre pesquisadores e pós-graduandos de universidades brasileiras e espanholas. Com base no corpus jornalístico estabelecido no seio desse projeto, enfatizamos, nesta exposição, as relações entre a Economia e a Medicina. Essas relações, estabelecidas por meio de metáforas e outras figuras, vão mostrando como as duas ciências apresentam intersecções, que se refletem nas denominações da crise econômica mundial.

Biografia do Autor

Ieda Maria Alves, Universidade de São Paulo

Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas

Área de Filologia e Língua Portuguesa

Referências

Alves IM. Terminologies dans un corpus journalistique du portugais brésilien. In: Oliveira I (Org.). Terminologie, traduction et rédaction technique. Des ponts entre le français et le portugais. Limoges: Editions Lambert-Lucas; 2014.

Alves IM. Em torno de um jargão técnico: o economês. In: Urbano H, Dias AR, Leite MQ, Silva LA, Galembeck PT (Orgs.). Dino Preti e seus temas: oralidade, literatura, mídia e ensino. São Paulo: Cortez; 2001.

Alves IM (Coord.). Glossário de termos neológicos da economia. Cadernos de Terminologia 3. 2a ed. São Paulo: Humanitas/Citrat; 2001.

Canolla C. As metáforas da produção: reflexões sobre o discurso de operárias. D.E.L.T.A., 2000;16(1):55-82.

Charteris-Black J, Ennis T. A comparative study of metaphor in Spanish and English financial reporting. English for special purposes, 2001;20:249-66.

Galanes Santos I, Alves IM. Metodología de trabajo para el estudio de las múltiples imágenes de la crisis económica en la prensa escrita. In: Gallego-Hernández D (ed.). Current approaches to business and institutional translation. Berna: Peter Lang; 2015.

Gutiérrez Rodilla B. Entre el mito y el logos: la medicina y sus formas de expresión. In: Cabré MT, Estopà R. Objetividad científica y linguaje: la terminología de las ciencias de la salud. Barcelona: Edicions a Petició, SL; 2004.

Houaiss A, Villar M. Grande dicionário Houaiss βeta da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Instituto António Houaiss; 2012. Disponível em: http://houaiss.uol.com.br/ Acesso em: 25 jan.2016.

Kocourek R. La langue française de la technique et de la science. 2è. éd. Wiesbaden: Brandstetter Verlag; 1991.

Lakoff G, Johnson ML. As metáforas da vida cotidiana. Trad. de Mara Sophia Zanotto et al. Campinas/São Paulo: Mercado de Letras/EDUC; 2002.

Neves MHM. Gramática de usos do português. São Paulo: Editora UNESP; 2000.

Oliveira I. L’impact de la métaphore dans le processus de créativité. In: Alves IM, Pereira ES (Orgs.). Neologia das línguas românicas. São Paulo: Humanitas; 2015.

Oliveira LP. Aspectos linguísticos, comunicativos e cognitivos das metáforas terminológicas: uma análise baseada em um corpus da Genética Molecular. Tese (Doutorado em Filologia e Língua Portuguesa). 2011. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo; 2011.

Ramacciotti SB. La metáfora como elemento constitutivo del discurso económico. Una aproximación desde el análisis de texto. In: Cabré MT, Bach C, Tebé C. Literalidad y dinamicidad en el discurso económico. Barcelona: Institut Universitari de Lingüística Aplicada; 2008.

Ramacciotti SB, Rodil MV. Economics glossary of metaphorical usage. Glosario económico-financiero. Uso metafórico de voces. Buenos Aires: Quorum / Universidad del Museo Social Argentino; 2006.

Sandroni P (Org. e supervisor). Novíssimo dicionário de Economia. São Paulo: Editora Best Seller; 1999.

Sardinha TB. Metáfora. São Paulo: Parábola; 2007.

Silva AS. O que sabemos sobre a crise económica, pela metáfora. Conceptualizações metafóricas da crise na imprensa portuguesa. Revista Media & Jornalismo. Número temático “Crise, Memória e Esquecimento”. 2013;22(1):11-34.

Tagnin S. A identificação de equivalentes tradutórios em corpora comparáveis. In: Anais do I Congresso Internacional da ABRAPUI. Belo Horizonte, 3 a 6 de junho de 2007. Disponível em: http://www.fflch.usp.br/dlm/comet. Acesso em: 25 jan.2016.

Publicado
2016-10-21
Como Citar
Alves, I. M. (2016). As denominações da crise econômica mundial no entrecruzamento da Economia e da Medicina. Filologia E Linguística Portuguesa, 18(1), 43-67. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v18i1p43-67
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)