Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A Carta-Testamento de Getúlio Vargas (1882-1954): genericidade e organização textual no discurso político

Maria das Graças Soares Rodrigues, João Gomes da Silva Neto, Luis Passeggi, Sueli Cristina Marquesi

Resumo


Apresentamos uma análise linguística da Carta-Testamento de Getúlio Vargas, com
foco em aspectos da genericidade, da configuração composicional e do investimento semântico
do texto. O suporte teórico-metodológico apoia-se na tradição dos estudos de gênero e da
linguística textual, seguindo de perto a abordagem da análise textual dos discursos. De modo
específico, a análise procura descrever e interpretar a dupla genericidade do texto, inscrita na
própria denominação tradicional do documento, o plano do texto, com detalhamento das fases
de abertura e de explicação causal do suicídio, assim como aspectos da dimensão semântica
referente à representação discursiva do componente povo, em contraste com as figurações do
estadista e da oposição política.

Palavras-chave


Carta-testamento. Genericidade. Organização textual. Representação discursiva.Discurso político.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v14i2p285-307

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais