Avaliação das boas práticas de armazenagem de pescado congelado no 21º Depósito de Suprimentos do Exercito Brasileiro

  • Werner Souza Martins Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, São Paulo - SP, Brasil; Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus Experimental de Registro - CERe, Engenharia de Pesca, Registro – SP, Brazil. http://orcid.org/0000-0001-5087-1507
  • Ana Beatriz de Campos Leite Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, São Paulo – SP, Brazil
  • Raquel Luciano Martins Ministério da Defesa, Estado Maior das Forças Armadas, Exército Brasileiro, 2ª Região, 21ºDepósito de Suprimentos – DSup, Laboratório de Inspeção de Alimentos e Bromatologia – LIAB, São Paulo – SP, Brazil.
  • Jader Oliveira da Silva Ministério da Defesa, Estado Maior das Forças Armadas, Exército Brasileiro, 2ª Região, Diretoria de Abastecimento, São Paulo – SP, Brazil.
  • Simone de Carvalho Balian Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, São Paulo – SP, Brazil
Palavras-chave: Segurança do alimento, Controle higienicossanitário, Boas práticas de produção, Pescado congelado

Resumo

O 21º Depósito de Suprimentos do Exército Brasileiro, localizado na cidade de São Paulo fornece, diariamente, matérias primas para 16 mil refeições e, dentre os gêneros alimentícios distribuídos, está o pescado congelado. O presente trabalho avaliou as boas práticas de armazenagem de pescado congelado no 21º DSup e identificou as não-conformidades que poderiam comprometer a qualidade do produto e propoz soluções para as limitações encontradas. Foi utilizada uma o check list da RDC 275/2002 e o depósito foi classificdo quanto ao número de requisitos conformes em boas práticas. O 21º DSup foi classificado como Grupo 3, obtendo 41% de itens conforme (< 50%); não dispunha de programa de autocontrole higienicossanitário da armazenagem do pescado congelado e outros insumos alimentares. As temperaturas das câmaras de produtos congelados não eram capazes de manter o produto dentro dos padrões de conservação exigidos. O protocolo de armazenamento do pescado congelado no 21º DSup não garantia conformidade da temperatura para o produto. É necessário construir um programa de autocontrole higiênico sanitário do armazenamento de suprimentos alimentares, que deve ser iniciado com o desenvolvimento de uma Cultura de Segurança de Alimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-29
Como Citar
Martins, W., Leite, A. B., Martins, R., da Silva, J., & Balian, S. (2019). Avaliação das boas práticas de armazenagem de pescado congelado no 21º Depósito de Suprimentos do Exercito Brasileiro. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 56(2), e151385. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2019.151385
Seção
ARTIGO COMPLETO

Dados de financiamento