AS CONDIÇÕES DE EXISTÊNCIA DA LÍNGUA DA NATUREZA NA FILOSOFIA DE ROUSSEAU

  • Natalia Maruyama
Palavras-chave: Rousseau – concepção de natureza – alicerces da vida social e política – subjetividade moderna.

Resumo

Cabe-nos examinar, primeiramente, na obra de Rousseau as imbricações entre sua concepção da natureza e os alicerces da vida social e política: é possível falarmos na harmonia entre o homem e a natureza sem fazermos considerações acerca da política? Em seguida, examinamos alguns aspectos da subjetividade moderna – sentimento de existência, consciência moral, ideia de felicidade, busca pela unidade interior.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Maruyama, N. (1). AS CONDIÇÕES DE EXISTÊNCIA DA LÍNGUA DA NATUREZA NA FILOSOFIA DE ROUSSEAU. Cadernos De Ética E Filosofia Política, (21), 64-77. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/56550
Seção
Rousseau e natureza