A verdade e seu contexto: uma abordagem a partir de Habermas e Rorty

Autores

  • Magnus Dagios

Palavras-chave:

Filosofia Política – Filosofia da ciência – Jünger Habermas – Richard Rorty

Resumo

O presente trabalho tenta abordar o debate entre Habermas e Rorty sobre a questão da verdade. O tema é controverso na medida em que os dois filósofos têm suas propostas sob prismas diferentes, embora considerem a virada lingüística. Rorty pensa que devemos abandonar a noção de verdade, por argumentos mais ou menos úteis, por meio de novas redescrições, e da mesma forma quer se manter distante das tentativas universalistas. Habermas acusa Rorty de não ter levado a virada linguística até suas últimas conseqüências, e manter uma crítica epistemológica para a noção de verdade. Deste modo, Habermas diz que devemos manter a noção de verdade e seu caráter incondicional, mediante a certeza de um mundo igual para todos, uma vez que todos entram em contato com os mesmos objetos, por meio do mundo da vida e do nível discursivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Dagios, M. (2009). A verdade e seu contexto: uma abordagem a partir de Habermas e Rorty. Cadernos De Ética E Filosofia Política, 1(14), 25-46. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/cefp/article/view/82983

Edição

Seção

Artigos