Foco e Escopo

Política Editorial:

A Revista tem duas edições anuais, voltada para área dos estudos em Comunicação, sobretudo, para as interrelações Comunicação/Cultura/Educação. Possui como missão o desenvolvimento de um conhecimento crítico, capaz de evidenciar que: os meios de comunicação estão presentes no cotidiano das pessoas e nelas introjetados, de tal modo que, onde houver seres humanos, os meios estarão presentes. A partir dessa premissa, a revista Comunicação & Educação tem compromisso em difundir conteúdos que permitam ao comunicador, ao educador e ao educomunicador conhecer e utilizar os meios, com vistas à consecução de objetivos do desenvolvimento de um pensamento crítico, comprometido com os direitos sociais, a democracia e a cidadania.

Público - Comunicação & Educação se destina a um público constituído por Pesquisadores da interface comunicação/educação; Professores (de todos os níveis de ensino); Educadores (Diretores de instituições públicas e particulares de ensino, Responsáveis por Departamentos em Secretarias de Educação; Profissionais de Comunicação (Produtores de TV e Rádio educativos, Editores, etc.); Estudantes de pedagogia e de comunicação, Especialistas, Graduandos e Pós-graduandos, gestores que atuem na inter-relação da comunicação e da educação.

Processo de Avaliação pelos Pares

São aceitos artigos referidos à área de atuação da revista;

Devem estar segundo às normas de publicação;

Os artigos são submetidos a dois pareceristas que fazem parte do Conselho Editorial da revista ou que são convidados Ad-hoc para escrever manifestações. Os membros do Conselho Editorial e convidados Ad-hoc emitem seus pareceres seguindo uma síntese de critérios para avaliação de artigos elaborada pela Comissão Editorial da revista. Em caso de empate entre pareceres, é designado um terceiro parecerista para decisão final de publicação;

Após a avaliação, o artigo que necessita correção ou que foi recusado pelos pareceristas é devolvido ao autor. Se o artigo for aprovado, será arquivado em um banco de "artigos aprovados".

Periodicidade

Semestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Seu conteúdo não pode ser reproduzido em partes ou em totalidade para fins comerciais. Seu uso é exclusivo para fins não-comercias e a fonte e a autoria sempre devem ser referidas.

Política de ética e plagiarismo

Nossa missão é orientar e esclarecer os autores sobre a postura ética e antiplágio adotada. Nesse sentido, informações podem ser obtidas por meio do artigo:

http://blog.scielo.org/blog/2013/10/02/etica-editorial-e-o-problema-do-plagio/#.WVUnkelv_IU

O Commitee on Publication Ethics – COPE fornece instruções. A revista utiliza como procedimentos os seguintes parâmetros:

https://publicationethics.org/files/All_Flowcharts_Spanish_0.pdf

Patrocínio da revista

Departamento de Comunicações e Artes - Escola de Comunicações e Artes (ECA) - Universidade de São Paulo (USP)

A revista Comunicação & Educação é mantida totalmente com recursos do departamento, da Universidade de São Paulo e de outros órgãos e agências de fomento e não cobra taxas de submissão e/ou publicação.

Histórico do periódico

O Departamento de Comunicações e Artes da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (CCA/ECA/USP) reúne professores que realizam pesquisas interdisciplinares para entender o fenômeno das mediações tecnológicas, das linguagens midiáticas e da cultura. Assim surge a ideia de divulgar esses conhecimentos e os resultados dessas pesquisas através de uma revista capaz de alcançar o público interessado – professores, pesquisadores, educadores, produtores, artistas que desejavam obter informações relativas a essa interdisciplinaridade – na inter-relação comunicação/educação.

Para tornar viável a realização de um periódico com tais características, decidiu-se, em 1994, pela parceria com editoras privadas. Assim as editoras Moderna, Segmento, Salesiana e Paulinas viabilizaram a publicação durante os primeiros 20 anos de existência regular da revista. Assim, Comunicação & Educação foi criada para tentar superar a visão ultrapassada com que os meios de comunicação costumam ser tratados. Visão essa que se expressa em posturas rígidas, tradicionais, incapazes de reconhecer a importância dos meios de comunicação ou, por outro lado, num exagerado fascínio pelas mídias que pode resultar na ausência de criticidade. Em vista dessa proposição, a revista Comunicação & Educação defende, para além da leitura critica dos meios de comunicação, a busca de conhecimentos que permitam refletir sobre como nos apropriarmos das linguagens da comunicação para a produção de outras narrativas possíveis no âmbito da construção da democracia, da cidadania e do respeito aos direitos humanos.