Relações de trabalho, processos cotidianos e empreendimentos de economia solidária: duas experiências do Programa Oportunidade Solidária

Autores

  • Fábio de Oliveira Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Faculdade de Ciências Humanas e Saúde
  • Ana Novinsky Leirner Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Faculdade de Ciências Humanas e Saúde

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v12i2p243-256

Palavras-chave:

Relações cotidianas de trabalho, Cotidiano, Autogestão, Cooperativismo, Políticas públicas

Resumo

O objetivo da pesquisa foi compreender o desenvolvimento de empreendimentos econômicos solidários tendo como foco de análise as relações cotidianas de trabalho. A pesquisa investigou, através de observações e de quatro entrevistas semi-estruturadas, dois empreendimentos criados por participantes do Programa Oportunidade Solidária da Prefeitura Municipal de São Paulo. A partir do trabalho de campo realizado, foi possível conhecer: o modo de funcionamento de cada empreendimento, sua divisão do trabalho e as principais características das relações cotidianas de trabalho e dos processos de tomada de decisões. Além disso, foi possível reconhecer alguns dos problemas enfrentados por esses empreendimentos e as soluções coletivamente construídas para lidar com eles, como estratégias, práticas e regras singulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-01

Como Citar

Oliveira, F. de, & Leirner, A. N. (2009). Relações de trabalho, processos cotidianos e empreendimentos de economia solidária: duas experiências do Programa Oportunidade Solidária. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 12(2), 243-256. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v12i2p243-256

Edição

Seção

nd