Aproximações entre o conceito de uso de si e a teoria da mais-valia de João Bernardo

Autores

  • Moacir Fernando Viegas Universidade de Universidade de Santa Cruz do Sul

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v16i1p107-117

Palavras-chave:

Uso de si, Debate de normas, Mais-valia, Ergologia.

Resumo

As investigações baseadas no conhecimento ergológico demonstram que a atividade desenvolvida pelos
trabalhadores não se reduz a uma perspectiva heterônoma, constituindo, diferentemente, iniciativas que configuram
práticas e representações sociais originais. Conceitos como <i>debate de normas</i> e <i>uso de si</i> expressam como as relações
sociais vividas no trabalho são perpassadas por embates de práticas e ideias numa permanente negociação do ser
social. Porém, em que pese essa discussão revele que a experiência do trabalho vai além do econômico, ela não
dispensa a consideração do mesmo, na medida em que é nesse contexto que ocorrem a disputa pelo <i>uso de si</i> e os
<i>debates de normas</i>. Nosso propósito neste artigo é discutir as aproximações entre, de um lado, a categoria da <i>maisvalia</i>
na teoria de João Bernardo, entendida como relação social contraditória em que os trabalhadores lutam por
apropriar-se do produto do seu trabalho e os capitalistas buscam apropriar-se da produção dos primeiros, e, de outro,
os conceitos de debate de normas e valores e de uso de si. De certa forma, nos propomos um questionamento da teoria
ergológica no sentido de trazer contribuições à mesma, com vistas a uma abordagem interdisciplinar e omnilateral
das práticas sociais educativas experienciadas nas relações de produção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-30

Como Citar

Viegas, M. F. (2013). Aproximações entre o conceito de uso de si e a teoria da mais-valia de João Bernardo. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 16(1), 107-117. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v16i1p107-117

Edição

Seção

Artigos