“Aquisse começa huu exeplo perque pode home entender alguas diferenças antre dous manuscritos que de consuu tratam da vida de tossis molher que foy muy pecador”

Autores

  • Américo Venâncio Lopes Machado Filho Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i4p69-95

Palavras-chave:

Linguística histórica. Mudança linguística. Português arcaico. Manuscritos medievais.

Resumo

Este artigo se concentra na comparação linguística entre dois manuscritos medievais portugueses, datáveis dos séculos XIV e XV, que relatam a vida de Tarsis (grande pecadora que posteriormente se converte aos dogmas cristãos), espectivamente editados por Machado Filho (2000) e Martins (1985) e sobre os quais se estabelecem, analiticamente, breves correlações e dessemelhanças, tanto em nível de conteúdo e grafia, quanto no tocante a aspectos de natureza morfossintática.

Downloads

Publicado

2001-08-02

Como Citar

Machado Filho, A. V. L. (2001). “Aquisse começa huu exeplo perque pode home entender alguas diferenças antre dous manuscritos que de consuu tratam da vida de tossis molher que foy muy pecador”. Filologia E Linguística Portuguesa, (4), 69-95. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i4p69-95

Edição

Seção

Artigos