A gramática luso-brasileira e o método científico

Autores

  • Leonor Lopes Fávero Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Universidade de São Paulo
  • Márcia A G Molina Universidade de Santo Amaro e Centro Universitário de Santo André

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i9p27-42

Palavras-chave:

Língua Portuguesa. Gramática da Língua Portuguesa. Estudo comparativo. Brasil. Portugal.

Resumo

Nosso objetivo neste artigo é cotejar a Gramática da Língua Portuguesa,1 de Pacheco Silva e Lameira de Andrade, com A Língua Portuguesa,2 de Adolfo Coelho, à luz da História das
Idéias Lingüísticas no Brasil, verificando suas semelhanças e dessemelhanças. A primeira, feita em nosso país para suprir a lacuna advinda com o Programa de Exames de Fausto Barreto, em 1887; a segunda, em Portugal, em 1881 e divisora de águas, já que inaugura lá o método científico.
Como acreditamos que os homens se parecem mais com o seu tempo do que com seus pais,3 já que não são eles que fazem a história, mas a história é quem os faz, apresentamos, primeiramente, uma rápida retrospectiva histórica, visitando os anos que antecederam a criação dos compêndios. Mostramos que o século XIX foi um momento de sensíveis transformações tanto no Brasil, quanto em
Portugal e a compreensão dessas possibilitou-nos uma melhor interpretação dos fatos. Apresentamos,
sucintamente, uma biografia dos autores, pois, como diz Foucault (1979), o nome do autor já é uma descrição de sua obra. Finalmente, discutimos os dados. Pudemos perceber que, embora procurando apoiarem-se no recém-criado método histórico-comparativo, ambas refletem as ambigüidades que um período de transformações faz emergir, já que em alguns momentos sentimos a
força da tradição lingüística agindo sobre a da renovação.

Downloads

Publicado

2007-06-02

Como Citar

Fávero, L. L., & Molina, M. A. G. (2007). A gramática luso-brasileira e o método científico. Filologia E Linguística Portuguesa, (9), 27-42. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i9p27-42

Edição

Seção

Artigos